Artigo de Pezarat Correia censurado pelo DN

Os jornais do amigo Oliveira censuram, republica-se. Como diz o Tiago Mota Saraiva, assim até tem mais leitores. Ainda por cima relembra um facto muito esquecido. Não o de que Paulo Portas mente no exercício da sua actividade política, isso toda a gente sabe, mas a invasão do Iraque, este tempo todo depois, bem necessita de ser relembrada.

PAULO PORTAS MINISTRO?

Ana Gomes provocou uma tempestade mediática com as suas declarações sobre Paulo Portas. Considero muito Ana Gomes, uma mulher de causas, frontal, corajosa, diplomata com muito relevantes serviços prestados a Portugal e à Humanidade. Confesso que me escapa alguma da sua argumentação contra Paulo Portas e não alcanço a invocação do exemplo de Strauss-Kahn. Mas estou com ela na sua conclusão: Paulo Portas não deve ser ministro na República Portuguesa. Partilho inteiramente a conclusão ainda que através de diferentes premissas. [Read more…]

Universidade de Coimbra define novos patamares de eficiência energética na UE

High efficiency three phase asynchronous electric motorOra aqui está algo interessante, saído da mais velha universidade portuguesa:

UC define novos patamares de eficiência energética na UE

Segundo o estudo da UC, “o que se poupará anualmente com a entrada em vigor da legislação europeia de eficiência energética para motores eléctricos daria para fornecer eletricidade a Portugal durante três anos“. (…) A “nova legislação europeia (…) é decisiva porque os motores eléctricos usam 75 por cento da electricidade consumida na indústria. Considerando que o seu consumo de energia na fase de funcionamento é o aspecto ambiental mais significativo de todo o ciclo de vida, a progressiva substituição por tecnologias mais eficientes, que embora tenham um custo inicial mais elevado, resultam em economias consideráveis de energia ao longo da vida do equipamento”.

Portugal pode ter de sair do Euro

Quem ler as recentes afirmações de Nouriel Roubini sobre a reestruturação de dívida, o futuro do euro e o devir mais próximo da economia europeia e mundial, devia prestar atenção ao conteúdo e reflectir um pouco.

Não é isso que vejo nos comentários nos blogues e jornais, bem pelo contrário. Desde verem veladas ameaças americanas nas suas palavras, a fazerem chalaças sobre a clarividência de economistas, tudo serve para mandar bocas para o ar e não reflectir.

É exactamente por isso que estamos na actual situação apesar de todos os avisos.

Há quem tenha que bater com a cabeça na parede para ver que há parede e perceber que tem cabeça, ainda que esta, nesses casos, sirva para pouco mais do que usar chapéu.

A revelação abrantina!

Na onda das mais recentes e sensacionais descobertas sobre mulheres que gostavam de mulheres, mas são homens, Eduardo Pitta desmascarou os Abrantes. Com fotografia! Eu confesso-me honestamente desiludido. Julgava-os de avental…*

P.S.: Era ao Câmara Corportativa que o Eduardo Pitta se referia quando disse: «com o putedo que para aí anda, não quero imaginar as personas de certos bloggers portugueses», não era?

O Ramal de Alfândega

O Comboio junto ao rio Douro, no Porto; ao fundo, a ponte da Arrábida.

 

A estaca

 

O pequeno mundo da criança

família forte

Adultos já, esquecemos que há outros seres humanos bem mais novos que nós, que fabricam um mundo que é deles, apenas deles. Ninguém tem permissão para entrar nesse mundo, como o filho do meu colega de ensaios, Pedro Correia, quem inventou um blogue para seu próprio uso. Depois, perguntou ao seu pai quais eram as utilidades dos blogues e como se usavam. Pedro, um pai babado como todos os seus amigos e colegas de ensaios, esclareceu-o. Por aqui vivemos num mundo de paz e camaradagem, como nunca antes vi: debates, ideias que se cruzam, com novas maneiras de confiar nos amigos.

[Read more…]

%d bloggers like this: