Acabou-se a Teta*, Alberto João Jardim

Diz a Visão esta terça-feira que se acabou a teta na Madeira; pelo menos é o que me parece estar escrito: “detetado“, que é como quem tira a teta a um mamão.

Só espero que largar a mama assim de repente não traga complicações a Alberto João Jardim e o faça bolsar jarros de pesporrênciap’ra fora.

* Post inspirado aqui; as minhas desculpas ao usurpado leitor.

Comments


  1. Dario Silva o caralho! Quem mandou essa mensagem fui eu Vao pra putas que os pariu!!

    • Dario Silva says:

      Mil perdões. Actualizado.

    • jorge fliscorno says:

      Bom também eu li a Visão e ocorreu-me a óbvia boca. Será que o plagiei em pensamento?


    • Tens razão, o Dario quando recebeu a mensagem não se apercebeu da sua autoria, já que a recebeu reencaminhada. Mas ter razão, e o erro já está corrigido, não implica encaralhar e putificar uma reacção, acho eu, que até nem sou pouco bruto.


      • OK, eu reconheço que não devia começar a insultar ninguém. Mas fiquei zangado, agora não posso fazer mais que pedir desculpas ao Dario Silva, que nem conheço de lado nenhum, não tendo por isso os insultos qualquer base.


  2. Acabou-se a TETA mas foi de mandar mensagens para VOCES OH CHULOS DO CARALHO!!

    http://precariat.tumblr.com/post/10445804352

    • António Fernando Nabais says:

      Provavelmente, o senhor não consegue controlar a excreção de palavrões. Não sei se terá tratamento. Talvez ainda vá a tempo de aprender gramática: a seguir a “vocês”, impõe-se uma vírgula, uma vez que se segue um vocativo. Sendo um vocativo, não deverá usar “oh”, mas “ó”. Espero ter ajudado.


  3. Em vez de “Faça-o Você Mesmo” devia dizer era “Faça-o Você Mesmo, Mande Para Cá e Nós Publicamos Como Se Fosse Nosso, Nao Valendo a Pena Sequer Preocupar-se Com O Anonimato, Já Que Nao Temos Intenções Algumas De Lhe Dar o Crédito Merecido, Caso Nao Apareça a Insultar”

    Sempre era mais honesto!!

  4. Miguel Fonseca says:

    Caro José Marques, o senhor é mais um daqueles que faria todo o sentido mudar-se (se já não é) para a Madeira… para dentro de um buraco. Não há paciência para tanta falta de educação.


  5. Então quando eu te roubar aquilo que escreves e assinar por baixo como se fosse meu, depois queixa-te. E mete o senhor na peida!

  6. Ricardo Santos Pinto says:

    Ó Dario, não apagas os comentários desse anormal?

  7. A. Pedro says:

    Estou a ver que o Acordo Ortográfico também serve para trocadilhos. Pena é que as palavras mais utilizadas pelo José Marques quando grita não tenham sido alteradas, sempre podíamos fazer mais umas brincadeirinhas. Mas com tanto berro, pontapé na gramática e reivindicação de autoria (?) ainda lhe dá um colapso (dupla consoante porque a primeira não é muda).


  8. É só cromos da gramática! Infelizmente nem todos tivemos paizinhos que nos pagassem a escola até aos 35 anos. Talvez vocês sejam do parecer que as opiniões de alguns não têm valor, mas não parece que seja desculpa para fazer copy and paste das partes que nos apetecem. Go easy se não tivesses transcrito o que te apeteceu da mensagem que mandei, nada disto teria acontecido…Nao foi nada “inspirado” foi roubado a descarada.

    • Dario Silva says:

      Pá,

      – não apago comentários nenhuns. Não me aborrecem e têm autor claramente identificado;
      – Se transcrevi, como dizes, não me lembro. Lembro-me que li o comentário e fixei o fundamental, a palavra “detetado”.

      Fora isso, não me lembro mesmo de fazer qualquer post “roubando à descarada” as partes que me interessam. Por que e porque o faria eu?
      Mais: prontamente identifiquei a citação inicial do artigo da Visão (confesso! – não conhecia!)

      ps: do breve texto (seja, textículo) que eu escrevi, quantas palavras ou mesmo letras são “roubadas à descarada”??


      • Dario, não merece resposta. O raio da piada era óbvia. Não se trata propriamente de um tratado.

        Por outro lado, observar tanta indignação, por tão pouca coisa até tem a sua piada.


  9. Isso, apaguem e depois façam um post a descrever as vantagens do pensamento livre e free speech!. Coerentes são as pedras, não é?!?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.