Gorduras de Estado

“Despacho n.º 1/XII — Relativo à atribuição ao ex-Presidente da Assembleia da República Mota Amaral de um gabinete próprio, com a afectação de uma secretária e de um motorista do quadro de pessoal da Assembleia da República.
Ao abrigo do disposto no artigo 13.º da Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da Assembleia da República (LOFAR), publicada em anexo à Lei n.º 28/2003, de 30 de Julho, e do n.º 8, alínea a), do artigo 1.º da Resolução da Assembleia da República n.º 57/2004, de 6 de Agosto, alterada pela Resolução da Assembleia da República n.º 12/2007, de 20 de Março, determino o seguinte:
a) Atribuir ao Sr. Deputado João Bosco Mota Amaral, que foi Presidente da Assembleia da República na IX Legislatura, gabinete próprio no andar nobre do Palácio de São Bento;
b) Afectar a tal gabinete as salas n.º 5001, para o ex-Presidente da Assembleia da República, e n.º 5003, para a sua secretária; .
c) Destacar para o desempenho desta função a funcionária do quadro da Assembleia da República, com a categoria de assessora parlamentar, Dr.a Anabela Fernandes Simão;
d) Atribuir a viatura BMW, modelo 320, com a matrícula 86-GU-77, para uso pessoal do ex-Presidente da Assembleia da República;
e) Encarregar da mesma viatura o funcionário do quadro de pessoal da Assembleia da República, com a qualificação de motorista, Sr. João Jorge Lopes Gueidão;
Palácio de São Bento, 21 de junho de 2011
A Presidente da Assembleia da República, Maria da Assunção Esteves.
Publicado
DAR II Série-E — Número 1
24 de Junho de 2011″

Comments


  1. É o que eu digo… Isto só lá vai com uma mudança radical.
    Quando acharem que basta de votar PS,PSD e CDS digam qualquer coisa.

    Cumps.

  2. jorge fliscorno says:

    Mas… não está em linha com o que recebe o comum dos mortais quando deixa um emprego?

    Já agora, só para termos uma ideia, quantos ex-presidentes da AR temos nós?

  3. Não ao PREC de direita says:

    P.QUE.P.!! Isto não pode continuar assim! Qual a utilidade, para o tão invocado aumento de produtividade e de sacrifícios que estão a pedir aos cidadãos e ás empresas, destas “decisões”?!? São direitos adquiridos? Só se forem de alguns privilegiados..!

  4. Carlos Fonseca says:

    Oh pois dei! – exclamou a Assunção a exaltar as prebendas ao Amaral.