Compreender Seguro

Seguro tem de suportar a tralha socratista e isso é dose cavalar. Tem de suportar os líderes-sombra, candidatos naturais à herança da liderança, como Costa. Tem a beata socratista Isabel Moreira cujo Padrinho  o Primadonna, quem haveria de ser?!  lhe deu o tacho parlamentar como prémio de larga língua de pau, e deu-lho a fim de ela parecer de Esquerda e, logo, cheia daquela misericórdia social vou-ali-e-já-venho, com a coerência de dinamitar por grosso o acordo com a Troyka que o mesmo Governo cessante socratesiano negociara. Seguro tem tido, pois, de engolir muitos sapos e até se compreende que, não tendo ele os milhões que outros têm para conspirar e comprar opiniões abonatórias até do diabo ou de um monte de merda, tenha de blindar-se e blindar a sua liderança acossada a partir da vingativa e mal-fodida Paris. De todos os sapos e de todas as tralhas com que o Suave Seguro arrosta, o menor de todos é Marcelo.

Comments


  1. VISITE O BLOG CIBERCÉLULAS CLICANDO NO LINK ABAIXO:

    http://livrocibercelulas.wordpress.com

    ESTE LIVRO IRÁ TE SURPREENDER

  2. palavrossavrvs says:

    #1
    Já lá vou, Thess.

  3. patriotaeliberal says:

    Quando precisávamos de uma boa oposição ao governo, patriota e social democrata temos este Seguro no PS, parecendo dizer, entre dentes, “Segurem-me, senão eu vou-me a Eles”

    Por amor da santa, deslocalizem o Seguro porque não há mais paciência.

    Nunca teve coragem para enfrentar Sócrates, sempre naquela posição segura do NIM, e agora lamenta-se que não pode fazer nada e há que cumprir o memorando, desconhecendo, seguramente, que já se foi para além do memorando há muito tempo.

    Seguro ainda irá plagiar o Santana com aquela metáfora (com as devidas desculpas às metáforas) do prematuro na incubadora a levar bofetadas da família e amigos……

    Uma Santa Páscoa para todos é o que desejo!

    “April is the cruellest month, breeding Lilacs out of the dead land, mixing Memory and desire, stirring Dull roots with spring rain. Winter kept us warm, covering Earth in forgetful snow, feeding A little life with dried tubers.”

    T S Eliot

  4. patriotaeliberal says:

    Esqueci-me da Oposição Violenta do Seguro…..

    Mas não há ninguém no PS para além do Menino D’Oiro e do Opositor Violento?

    Santa Páscoa!

  5. palavrossavrvs says:

    #3 e #4
    Excelente comentário, patriotaeliberal. No entanto, a verdade é que Seguro nem sequer é um prematuro. É um feto na barriga parideira do Aviário PS e que, na Bancada Conspirativa, Isabel Moreira e a restante tralha socratista faz por abortar: usam ferros, usam químicos, usam pílulas corrosivas letais sobre o útero tenro do Partido. Usam tudo.

    O feto Seguro lá sobrevive, cagando e tossindo. Quando nascer será um feliz aborto morto pelos órfãos e viúvas-vaginais de José Sócrates. Será assim e não poderia ser de outra maneira.

  6. patriotaeliberal says:

    #5,

    Tem de haver algo mais no PS para além do Seguro, do Sócrates, dos Lellos ou dos Assis.

    Mas não há mais ninguém?

    Isto de se estar sempre com os socratinos para lá e para cá não dá saúde a ninguém e muito menos resolve alguma coisa : desemprego a aumentar, mais medidas /reformas estruturais do género de cortes nos subsídios de doença, maternidade e sei lá que mais…..

    Se continuarmos a bater no ceguinho, ainda somos mais fundidos!

  7. palavrossavrvs says:

    #6
    Concordo contigo, patriotaeliberal. Estou, porém, com enormes dificuldades em centrar-me nos excessos passistas em decurso. Lá irei assim que vir algum esboço de acção contra quem nos fundiu em primeiro lugar.

    Quem nos vai fundindo agora parece querer partir do zero, como se diz em português do Brasil, parece querer ZERAR às cegas para resolver tantos excessos casuísticos disseminados no passado. Conviria alguma contenção e algum pudor. O tecido social português, basta abrir os jornais todos os dias, é frágil como uma placenta. Desprotegido e golpeado à-ceguinho-seja-eu, já vai dando sinais de rebentar a destempo.

  8. Konigvs says:

    Seguro acima de tudo tem também de suportar a sua enorme falta de jeito para liderar, a constrangedora falta de ideias e a falta de carisma para a política.

    Passos e Seguro qual deles o mais patético. Temos ao menos um senil na presidência da república que nos vai salvar a todos….se entretanto descobrirem a cura para a doença de alzheimer.

    Deve andar por aí um arejo qualquer que tem pegado nos líderes políticos. Deve ser da falta de chuva, quando não chove é sempre ano de muitas pragas.

  9. palavrossavrvs says:

    #8
    LOL
    Esse comentário é sobremaneira divertido e qualquer coisa que só o Aventar me poderia proporcionar. Não discordo da falta de jeito de Seguro. Mas em cima dele há todo um processo de retaliação muito bem gizado a partir de Paris e que incide não apenas sobre essa liderança desajeitada mas também sobre as hipóteses de Portugal sair credível de toda a lixeira de endividamento e amadorismo socratesiano: é com os milhões abichados que Paris comanda a confusão e a conspiração.

    Um exemplo, o Público, que tem sido muito pluralista em matéria de blogues está, desde o fim-de-semana passada a censurar o meu. Porquê? Por que preço é mais a pergunta. O único traço que me distingue [mas não me distingue de Do Portugal Profundo ou do Portadaloja] é não deixar o socratismo em paz, é levar o cerco dos factos e do juízo criminalizador da política a Paris, é ir às ventas do socratismo sob todas as suas formas pelo que representou e representa de trágico a Portugal.

    Censura. Os meus leitores e desdenhadores via Público [vai para anos] já não me encontram dessa forma porque, avento eu, alguém pagou a censura aos meus textos. Aavento eu, segundo o direito que me assiste a aventar.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.