Os subsídios serão retomados, diz Moedas

Governo garante que o corte dos subsídios não pode ser permanente. Permanente ou temporário, esse corte nunca deveria ter sido aplicado pelo Governo. E a probabilidade de suceder o que Weiss disse é maior do que a garantia de Moedas. A CE é quem mais ordena.

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Quanto mais pessoas e comissões e && outros dizem que não é permanente (e pelo menos já afirmam ser não 2012 mas 2014 e outros 2016 – como Jorge Miranda – mais me convenço do que estou convenciad desde sempre – nun mais porei os olhos em cima do que ne roubaram – porque é roubo – a nãpo ser que seja empréstimo e, assim, que digam a que juro empresto forçadamente e quanto me rende em 2016 – já que acabaram com o rendimento depoupanças de quem nem o nome sei pois que não me chega para essas bizarrias O que vai sacando – a comparticipação no Viagra, o aumento de todos os edicamentos – o aumento de IRS – o aumento da alimentação – a façêmcia de milhares de empresas – o fogo devastador com mistras que não sabem ler nem escrever e não têm gago para os ver morrer de sêde e fome – é UM SISMO devastador – mas foi só sócrates – mas que tipo poderoso que teve mãozinha nisto tudo ?? – não pode ser – é demais – seja quem for que tenha feito o que fez não vjo a recuparação, com o novo governo de NADA de nada – só pagam a bamcos que faliram mas não emprestaram nada a ninguém e o que é que o PS teve a ver com os bancos a não ser dar dinheiro – sou burra – não percebi nada

  2. joao says:

    Se o jovem que ouvi nos noticiários garante que a coisa não é permanente, então é porque a coisa é, efectivamente, permanente.

    Este raciocínio ao contrário é aborrecido.

  3. Natália Simões says:

    A Democracia é já um mito…
    Vivemos a ilusão de que somos parte activa no processo social. Logro descomunal! Deixam-nos votar apenas para que se mantenha esta ilusão. Convem aos políticos poder afirmar, de forma altiva, que têm a legitimidade do voto.
    Votamos cá, mas as decisões que condicionam as nossas vidas são tomadas lá longe, por pessoas que não mandatámos. Contra os nossos interesses. Ao invés do sentido de voto de milhões de eleitores. Soberania é já palavra vã…

  4. الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن jornalista nº69 da مدرسة d'all fama says:

    nunca ? soares aumentou o salário mínimo dos 10 contos e 700 para os 13 contos

    ou seja 22,…x% de aumento mas a inflação desse ano…1983 comeu os 22% e ainda o equivalente a 2 meses extra…1/14 x 2 =1/7=14% e pouco né

    e nos salários agrícolas inda foi pior…logo a diferença es?

  5. الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن jornalista nº69 da مدرسة d'all fama says:

    no ano a seguir aumentou (desta vez foi ele mesmo…o anterior aumento era do viii…goberno o de balsemão…mas já com a vitória de soares à vista) o mínimo para 15600$ 20% de aumento para uma subida dos preços base (fora de Lisboa) à volta dos 35%…..
    logo perdas destas (de 2 e mais meses em escudos ) houve muitas…

    e 26% dos impostos vão para 14 meses dos pensionistas e similares….
    e os salários de 600 mil funk cionários que garantem papelada a montes para qualquer merda…idem…amanhã vou mais 6 horas prá bicha da insegurança associal…

    pra receber um papel para saber se tenho de pagar quelque chose…

  6. الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن jornalista nº69 da مدرسة d'all fama says:

    e o maior aumento foi o de 85 com 19200$ 30% de aumento…
    agora se bem me lembro o dólar tava a 200$….e a maquinaria era toda paga in dólar né?
    e a guerra irão irak tamém nã punha o oil mai baratu

  7. الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن jornalista nº69 da مدرسة d'all fama says:

    porque se em 1985 a inflação caiu prós 15%…e em 1984 foi considerada como apenas 29,1% para peças de maquinaria ou tremonhas novas para substituir as antigas remendadas…os custos subiam aos 50% por ano…e tirando Lisboa onde a fruta aumentou só uns piquinhos 30% no resto do país …etc

    desde 1981 o salário de 10 contos aos 20 contos de 1985…aumento de 800$ pela grave de Maio…os 20 contos de junho de 1985 nã compravam o mesmo que 10 donas marias de 81…na verdade compravam uns 30% menos…

  8. الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن jornalista nº69 da مدرسة d'all fama says:

    isse faz-me lembrar que …14% de perda…ou 80% em escudos?

    ê cá preferia 14% mas isse sô eu que sou finu

  9. maria celeste ramos says:

    =3H – TVi 24H – José Miguel Júdice entrevistado diz cisas que só “advogado” poderia dizer e até se deu ao luxo de esquecer que dos mais altos oredenados de alguns FP consiante o ministério (como o meu) são inferiores ao mais baixo ordenado mínimo da UE como por exemplo a Irlanda – muito falam – a arte de falar e de enrolar (o jornalista que se calhar tem bom ordenado igualmente indecente) – Mas que abundância de fazedores de opinião e defensores do mais injusto e nem sabem fazer contas – a UE aproveita entretanto para ir avisando e “condecorando com palavras” os que não sei de que lado estão mas mais do lado da Ue que dos portugueses mais injstamete atingidos – entretanto oferecem-nos a cagada do Acordo Ortiográfico para nos revoltarmos e irmos esquecendo os golpes baixos

  10. Carlos Fonseca says:

    #1
    Simplesmente porque o que o jovem diz não faz lei. Se, como tudo indica, as insolvências e o desemprego continuarem a disparar, as receitas fiscais a cair e a recessão a intensificar-se, quem vai deliberar a continuidade da retenção dos subsídios é a CE e FMI através da renegociação do programa de ajustamento, incluindo a medida quanto aos cortes dos subsídios.
    Foi um erro grave do governo ter sido ultra-zeloso e exceder os limites da troika, oferecendo uma prerrogativa anti-social de mão beijada aos emprestadores.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.