Regresso ao trabalho

Aliviado por ter a vida resolvida antes das férias, lá fui passar uma semanita no Oeste em casa de uns amigos da minha irmã.
E que amigos! A dona da casa, a Joana, vive lá com o marido, a filha de 18 anos e a namorada. Namorada da Joana, entenda-se, para grande desgosto do corno manso do marido. Partilham a casa com outro casal – ele é bissexual e ela anda em chats de engate. No meio daquilo tudo, só conseguia pensar para mim próprio: e eu a pensar que era progressista e avançado em matéria de costumes!
Gente marada mas muita simpática – as férias passaram num voar.

Já voltei ao trabalho no meu agora  mega-agrupamento do litoral. Litoral porque não fica bem no interior, mas não tenho vistas para o mar, tenho é vistas para os transportes público  (como sabem, não tenho carro e as várias escolas do Agrupamento ficam longe umas das outras).

Vai ser bonito! Só estou à espera do horário para ver quanto tempo tenho para correr de uma escola para a outra, mesmo que não saiba como é que vou correr. Se calhar vou ter de usar o Subsídio de Natal para tirar a carta e dar entrada para um carrito…
Mas espera! Não vou ter subsídio este ano! Sendo assim, resta-me esperar que o Director se lembre que entre a Secundária (casa fina, gente rica é outra coisa, e lá me deram duas turmas, 4 horas por semana) , a EB 23 que até fica perto (mais 3 turmas) e a outra EB23 dos súburbios (para 11 turmas faltavam 4), não tenha de apanhar muitas vezes o táxi e consiga usar os autocarros.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.