Coerência, essa ave rara

Maria Teresa Horta recusa-se a receber o prémio D. Dinis das mãos do primeiro-ministro, “uma pessoa que está empenhada em destruir o nosso país”.

 

Comments

  1. Com Teresa Horta (+2) fez-nos o jornalista JM Levy,em casa de cada uma, reportagem em janeiro 1995 sobre “O amor no feminino” e assim através deste aventar se vê que ainda há portuguesas com coerência e que fazem e escrevem coisas que vale a pena ler

  2. Carla Romualdo says:

    ora aí está uma reportagem que deve ter sido bem interessante, de certeza

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.