O país do faz de conta

Texto lapidar do João Ruivo. Se, depois de lerem, não ficarem revoltados, podem pedir a vossa certidão de óbito.

Comments

  1. luis says:

    Até quando vamos aceitar isto…


  2. Faz de conta que boa parte de uma classe profissional “das mais qualificadas” não votou nem apelou ao voto neste “ninho de pardais à solta”. Faz de conta que tanta blogosfera de actualidade política/educação não apelou a este voto.

    Faz de conta que não li nada.

  3. patriotaeliberal says:

    Faz de conta que o ministro da educação que escreveu um miseravelmente pobre livro sobre o “eduquês” e que queria implodir o ME, não é ministro da educação.

    Faz de conta que não estou desempregado.

  4. patriotaeliberal says:

    Faz de conta que sempre que o 1º ministro dá uma entrevista ou fala, entra só uma mosca. Faz de conta que nunca sai asneira.


  5. Faz de conta que todos os directores de escola se demitiram em bloco.
    Faz de conta que fechamos as escolas a cadeado.
    Faz de conta que o e-bio nunca existiu.
    Faz de conta que somos [felizmente há excepções].

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.