Concordando com o PCP

Agora só falta vir um comentador anónimo dizer que sou um grande comuna…

O deputado comunista António Filipe defendeu hoje que a lei permite que os autarcas que tenham atingido o limite de mandatos numa câmara municipal se podem candidatar a outra, tendo recebido aplausos de alguns socialistas e sociais-democratas.

Numa declaração política na Assembleia da República, o deputado do PCP insurgiu-se contra as “diversas tentativas de lançar a confusão em torno das candidaturas às próximas eleições para autarquias locais“.

Comments


  1. então mas alguém esperava outra coisa?? O que é que eles faziam à nossa Maria Emília aqui de Almada se não fosse poder candidatar-se a um concelho limítrofe??

  2. Amadeu says:

    Cá para mim queres comer o meu tacho autárquico, que como muito boa gente, incluindo alguns ditos comunas, também tenho

  3. Guilherme José Caldeira Lopes says:

    Respeito ideias e ideais de cada um mas não aceito que os donos deste pobre País queiram ter todos os tachos e mais alguns; estou estupefacto com políticos deste país, querem tanto bem a este pobre povo que não o f… mais só se não poderem, lamentam-se que trabalham de noite e dia, não dão apoio a família por falta de tempo, dão a entender que vão ocupar o poleiro porque são obrigados, a maior parte dessa escumalha se imigrasse como aconselha ao pobre cidadão, mas só bilhete de ida era o bem que faziam; para o pobre morrer a fome não precisa de gente desta laia; senhor Fernando Moreira de Sá não se preocupe com o que lhe podem chamar, creio que há comunistas puros mas há uma grande % que se intitula para ser papista.

  4. edgar says:

    Nenhum dos comentadores anteriores ouviu os sólidos argumentos apresentados pelo deputado António Filipe e, por isso, perderam uma boa oportunidade de aprender alguma coisa ou, pelo menos, perderem preconceitos.


  5. Era bom era que arranjassem um emprego honrado.

  6. Zé Maria says:

    Um dos procedimentos verificados aos longo da história é que tanto os fascistas como os sociais fascistas costumam entender-se e tendem SEMPRE a arranjar quer formas, quer pretextos para se prepetuarem “nas tetas do poder” ou no “cozinhado dos tachos”.
    Resta a esperança das populações que costumam não embarcar nestas nojices e não são parvas, mandar os arrivistas para a real puta que os pariu.Não merecem melhor.
    No fim havemos de fazer as ontas..

  7. João Pedro says:

    Como disse o Edgar vale a pena ler a intervenção de António Filipe já que se trata de uma peça de valor jurídico-constitucional interessantíssima.
    Quanto à questão política, penso que nenhum autarca comunista se irá candidatar, muito embora o PCP defenda que nenhum autarca digno deva ser impedido de se recandidatar onde quer que seja, em conformidade com a lei e a CRP.
    Disse. Para que conste.

    João Pedro

  8. André Sousa says:

    A justificação para essa posição do PCP é explicada pelas câmaras municipais de Almada e Seixal, historicamente comunistas e entregues ao mesmo autarca há décadas. Como agora a lei não permite esses abusos, jogaram o jogo das cadeiras e cada um candidata-se à autarquia do outro.

  9. Duarte Lopes says:

    A mim, o que me faz confusão (em democracia), é quererem limitar a minha escolha. Não foi para isso que lutei pelo 25 de Abril.

Trackbacks


  1. […] Do mesmo modo só consigo entender a posição do PSD e do PCP no que diz respeito à limitação dos mandatos dos autarcas como a necessidade de defender, a todo custo, a sua gente. Se, da parte do PSD isso não surpreende, confesso que, do PCP NÃO esperava melhor. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.