Quem tramou a carta de Vítor Gaspar?

A carta de de demissão de Vítor Gaspar, um tipo de documento que não costuma ser público, muito pelo contrário, e tanto embaraço está a causar ao governo, ou a parte dele, circulou esta tarde mas não a partir do seu original. Foi feita numa KONICA MINOLTA bizhub C253, um aparelho profissional de digitalização.

konica-minolta-bizhub-282-1714-p

São imensos os caminhos que a carta pode ter tomado até virar um ficheiro pdf, o tom de fundo que substitui o do papel dá a entender que o original foi fotocopiado. Deu-me para pensar que Paulo Portas, desta vez, não vai levar fotocópias para casa; tal como esta coligação, é uma tecnologia completamente ultrapassada.

Comments


  1. Sei lá se vai levar ou não fotocópias como fez da outra vez .
    Tudo é de esperar . Na política só vejo maniganças .

  2. Konigvs says:

    O homem é o verdadeiro defensor da lavoura caralho. Gastar papel à toa é defender a indústria do papel, e dar de ganhar dinheiro e emprego aos madeireiros.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.