Elogio

«A CGTP deu aos portugueses heroína e agora quando quer dar a cocaína já não consegue criar excitação». (Marcelo Rebelo de Sousa, naquela coisa da TVI, terminando a declaração com o seu mais alucinado sorriso, de olhos esbugalhados e boca aberta, mimando o espanto do sábio de depara com a Verdade).

A elegância da palavra! A profundidade da metáfora! A agudeza da análise! Olhai a grandeza de Marcelo, o que lê dois livros por dia (garantem os que, nunca tendo lido um livro, não medem bem o disparate), o que dorme duas horas por dia (uma por cada livro), o campeão do apotegma saloio, o intelectual orgânico da direita rastejante.

Comments

  1. Reblogueó esto en fermin mittilo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.