7 de Outubro: milhares de alunos sem centenas de aulas

Num mundo governado por gente que gosta tanto de exibir números, é bom que o leitor repare bem no título: por ser dia 7 de Outubro, estamos na quarta semana de aulas e há milhares de alunos sem aulas. Se juntarmos todas as aulas que não houve até hoje, não deve ser difícil chegar às centenas.

Raquel Abecasis, uma representante da direita idiota (pleonasmo?) chegou a dizer que a culpa é dos sindicatos e dos comunistas, ou seja, dos professores, essa classe poderosíssima que, na realidade, manda no Ministério da Educação. Uma pessoa mais impressionável pode chegar a imaginar que os ministros e os secretários de Estado nem conseguem chegar aos respectivos gabinetes, impedidos por uma horda de perigosos barbudos e barbudas revolucionários que ocuparam o edifício da 5 de Outubro em Abril de 1974 e ainda de lá não saíram. José Manuel Fernandes, sempre na palhaçada (ou não fosse membro da direita idiota), conseguiu declarar que isto dos concursos dos professores é tão difícil que não há computador que aguente e a culpa, já se sabe, é de Mário Nogueira e dos guerrilheiros entricheirados na sala de fotocópias do Ministério.

Entretanto, no dia 7 de Outubro de 2014, há milhares de alunos sem centenas de aulas. Pensai nestes números e, antes de organizardes milícias para combater os comun… os professores, lede. Lede muito. Lede, até, o texto de João Miguel Tavares, um homem de uma certa direita que, por vezes, contraria os pleonasmos. É o primeiro da lista.

Caro Nuno Crato: ainda aí está? – João Miguel Tavares

O que se passa nas escolas? Os casos contados pelos leitores

Eles ainda estão à espera de um dia de escola normal

À quarta semana de aulas há milhares de alunos com furos

Escola em Lisboa encerrada por falta de professores

Professores contratados admitem que “caos nas escolas” se mantenha na próxima semana

Adenda: texto fresquinho do Paulo Guinote – Implosão do Ministério da Educação e Ciência: objectivo atingido

Comments

  1. Sarah Adamopoulos says:

    Patos-bravos da Educação, que olham para um ministério, para um sector e até mesmo para um país como uma empresa. Como se enganam.

  2. José Peralta says:

    Acabo de ouvir o crato, essa besta, titubeante, saindo de uma Conferência internacional (como ele deve estar “orgulhoso” perante estrangeiros, com a merda que faz…) a responder aos Jornalistas, dizendo que “no princípio da próxima semana” estará tudo “normalizado” !

    E à pergunta : – “Porque não se demite ?”…Um tonitruante silêncio

    Concordo totalmente com o artigo de Paulo Guinote, de que relevo :

    Em 1 de Julho de 2011, o “meco” mantinha que era essencial “implodir a estrutura gigantesca do MEC” (objectivo amplamente “conseguido” com “a competência” que é emblemática de toda este (des)governo !

    Passa-se, comprovada e gritantemente o mesmo com a implosão da “justiça” da d. paula, a destruição de toda a estrutura funcional do Estado, social, assistencial, económica, financeira do País !

    Porque sempre foi, desde o início, a decisão confessa desse paradigma “REFERENCIAL E TRANSPARENTE”, desse crápula mentiroso, ( e estamos à espera de saber se não é também vigarista !) : – a “implosão”, o empobrecimento COMO UM CASTIGO, “e quem ficar desempregado, que emigre” ! Mas, entretanto, providenciou “emprego” a uns bons milhares de “boys”, que vivem agora, “coitadinhos”, no medo de que se lhes acabem os “tachos”…)

    (E como eu mal posso esperar pelo momento de pôr esta corja no “desemprego”, fazendo jus aos desígnios do crápula…)

    Quanto à idiotia da d. raquel abecassis, ela pode ombrear com os pindéricos, excrementários e blasfémicos vitinhos cunha !

    A d. raquel, é “orgulhosamente” idiota, para não se envergonhar com isso…

    • José Peralta says:

      Uma palavra “para distinguir” esse modelo de escriba oleoso e graxa, de seu nome zémanel fernandes :

      Ó zémanel ! Parabéns pelo teu texto “isento” como sempre, “justo” como é teu hábito, e “lambiçoca” como é teu pundonor, em favor do crato, um dos ministros (mas poder-se-à chamar “ministro” a “isto” ?) mais imbecil, mais nefasto e incompetente no meio do oceano de incompetência que é o (des)governo.

      Tu “és grande” zémanel…

      …Mas dispenso-me de dizer-te EM QUÊ !


  3. Ministérios a exibir números ?? Eu acho que exobem veneno de cobra


  4. Ministro aquilo ?? coitadinho


  5. Todos pobres coitados – onde descobriram estas relíquias ?? Façam-nos de cêra no Museu Toussand – lindos


  6. Reblogged this on O Retiro do Sossego.

  7. Nascimento says:

    Esta Raquel há uns dias, numa tv ,afirmou que não podia ser:” então não é que o nosso parque automovel era rico, e as pessoas davam desse modo ,sinais de desafogo financeiro?”-

    Teve azar. Logo no telefonema seguinte, uma especatdora de Almada ,desancou-lhe o focinho. O argumento foi simples: a espectadora era domestica, tinha um belo carro,mas,porque o seu marido trabalhava na Alemanha a mais de 20º negativos, quase 10horas por dia!!! Sabia a Raquel ,o que era trabalhar no duro , e por isso ganhar bem ???!!
    A Raquel( a apostólica), meteu a viola no saco, e fingiu que não percebeu. Foi lindo….

Trackbacks


  1. […] conforme a perspectiva) correspondesse a pouquíssimos duzentos, haveria, com certeza, “largas” centenas de alunos a ser prejudicados. Para além disso, mesmo sabendo que não faz parte das preocupações dos ministros, os problemas […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.