Rui A. não percebe mas faz-se um desenho

Passos Coelho «foi muito para além da troika» em aumento de impostos, cortes nos salários e nas pensões e nas privatizações. Tudo o resto não existiu. Um exemplo? Justiça, por acaso o pilar sem o qual um país não funciona. Outros? É só ler o Memorando da Troika, onde estão medidas e prazos. Se tiver dificuldade em encontrar o documento, pode ler a tradução que o Aventar fez, essa mesma que o governo (da altura) tardou em apresentar aos portugueses.

A não ser que Rui A. esteja a falar dessa meia dúzia de páginas do guião da reforma do estado, rabiscadas por Paulo Portas em Times New Roman 16 -coisas grandes precisam de corpo grande, pedindo eu, nesse caso, desculpa por não ter percebido que era um artigo cómico.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.