Passos elogia, “de uma forma muito amiga e especial”, Dias Loureiro

O sumário estava feito mas isto tem que ser visto e ouvido para se constatar o entusiasmo com que Passos Coelho saúda e elogia Dias Loureiro.

Dias Loureiro foi um dos principais responsáveis do BPN, que causou aos contribuintes um prejuízo superior a 4.700 milhões de euros. Passos Coelho elogiou Dias Loureiro, nesta quinta-feira, dizendo que é “um empresário bem-sucedido” que sabe que se “queremos vencer na vida” “temos de ser exigentes, metódicos”. [ESQUERDA.NET]

O que de mais notável há nos últimos três governos liderados por ex-jotas é a total ausência de vergonha na cara. Nem se dão ao trabalho de disfarçar.

Comments

  1. Carvalho says:

    Mas esse dias loureiro (minúscula propositada) não devia estar preso pelo que fez?
    Isto, claro, se Portugal fosse um país a sério e não a anedota que é.

  2. Rui Silva says:

    O PPC está a bajular o Dias Loureiro para que este exerça a sua influencia no “velho PSD” como por exemplo Manuela Ferreira Leite , Marques Mendes , António Capucho e outros até mais influentes para que não continuem o bota-abaixo que têm vindo a fazer-lhe, no futuro período de eleições que se aproxima.
    cumps

    Rui SIlva


  3. Falta de pudor intelectual. Ou melhor, falta de pudor numa ausência de intelectualidade. O que é preferível? Ser-se atrasado mental ou adiantado estúpido?

  4. NIKO says:

    mas o ppc ainda não deixou a droga ?.

    • Carvalho says:

      Quando um indivíduo cheira os próprios peidos….dá nesta vergonha de 1º ministro. É triste, muito triste ver esta degradação…

  5. Manuel Lopes says:

    O que será que este senhor coelho (minúsculas propositadas) tem para esconder? Será com certeza uma trapalhada enrolada em BPN. Esse e os seus capangas jotas. Cheira a licenciaturas financiadas pelo BPN através das lusófonas da nossa exemplar educação privada. E deve ser só a ponta dos muitos icebergs.

Trackbacks


  1. […] dos Gato Fedorento. Do livro que não existe mas que o primeiro-ministro cita e afirma ter lido à tirada épica sobre essa grande referência empresarial que é Dias Loureiro, passando pela comédia das contas que se esqueceu de pagar à Segurança Social, pela piada dos […]


  2. […] esteja em liberdade e ainda receba reformas milionárias pagas pelo erário público. Exemplos de empreendedorismo, diria o Passos Coelho. Mas prefiro dedicá-las a esse grande deputado que o Parlamento perdeu, que enfrentou como poucos […]


  3. […] A meritocracia já viveu melhores dias neste país onde boys abanadores de bandeiras, mal preparados e incompetentes infestam a Administração Pública enquanto milhares de jovens altamente qualificados se vêm todos os dias obrigados a abandonar o país para conseguirem um emprego. Felizmente existem aqueles que resistem, gente exigente e metódica como Dias Loureiro, esse empresário bem sucedido a quem aparentemente apenas Pedro Passos Coelho reconhece valor. […]


  4. […] é puro eleitoralismo. Se não fosse, os boys e os grunhos ter-se-iam revoltado contra o Querido Líder no dia em que elogiou Dias Loureiro, indivíduo que nos ficou bem mais caro do que meia-dúzia de […]


  5. […] o seu amigo, companheiro, conselheiro e referência (espiritual?) Dias Loureiro. Para trás ficam os tempos em que o primeiro-ministro tecia rasgados elogios ao exigente, metódico, viajado –… que, coitado, tem sido vítima de uma cabala e arrastado injustamente para o caso BPN, cujas […]


  6. […] Por cá, na pátria dos brandos costumes, nada disto acontece. Em contrapartida, vão-se arranjando umas prisões domiciliárias de conveniência e quem paga a factura desta lucrativa forma de criminalidade somos nós. E como se isso não fosse suficiente, ainda temos que ver/ouvir um primeiro-ministro tecer rasgados elogios a uma dessas personagens. O que na Islândia é considerado um criminoso, é por cá tido como uma referência. Pelo menos para Pedro Passos Coelho. […]


  7. […] da SLN, fez das tripas coração para proteger Dias Loureiro no Conselho de Estado, ao passo que o ex-primeiro-ministro Passos Coelho não poupou nos elogios daquele que chegou mesmo a…, não se tendo inibido de recrutar antigos quadros desta fraude para reforçar a sua equipa […]


  8. […] Finalmente, para os moralistas que acham toda esta discussão ridícula, como se a honestidade de um eleito não fosse basilar para a sua condição, importa recordar que foi precisamente Pedro Passos Coelho quem trouxe este tema para a ordem do dia, quando em declarações à imprensa orquestrou a manobra do austero virtuoso que não perde o seu precioso tempo com questões menores como inaugurações, com o objectivo claro de atacar o actual governo e aproveitar-se do facto de Sócrates estar presente na cerimónia para potenciar a onda de indignação nas redes sociais, promovida pela rede de Marias Luz e outras manipulações virtuais que por aí andam. O que vindo do sujeito que elogiou de forma apaixonada Dias Loureiro representa o expoente máximo d…. […]


  9. […] Tal como nos incêndios, os pirómanos continuam à solta e alguns, como Dias Loureiro, até são elogiados como exemplares. E o Finibanco, Montepio, BCP, BPI, Estado, BdP, CMVM e os governadores do Banco de Portugal? […]


  10. […] Tal como nos incêndios, os pirómanos continuam à solta e alguns, como Dias Loureiro, até são elogiados como exemplares. E o Finibanco, Montepio, BCP, BPI, Estado, BdP, CMVM e os governadores do Banco de Portugal? […]


  11. […] de vergonha na cara, porque não convidar Dias Loureiro para disputar a CM de Aguiar da Beira? Qualidades, segundo Pedro Passos Coelho, não lhe faltam. O que se passou no BPN, tal como o fartote em Oeiras, foi um detalhe sem […]


  12. […] que chegou mesmo a processar Marco António Costa, para, mais tarde, condecorar o indivíduo com toda a pompa, circunstância e devoção de um Passos Coelho a elogiar um qualquer Dias Loureiro. Isto depois de ter saído a terreiro para defender o rasto de destruição deixado pelo imperador […]


  13. […] são imunes à lei e toda e qualquer expressão de liberalismo perseguida. Onde os BPNs desta vida, feitos de sérias e impolutas figuras, sucumbem às mãos do socialismo predador, que cria, a partir do nada, milhares de milhões em […]


  14. […] contudo, saber onde estava esta malta quando Pedro Passos Coelho cumprimentou Dias Loureiro “de forma muito amiga e especial”, durante uma inauguração em Aguiar da Beira, a que se seguiu uma sequência de elogios do então […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.