Regressando a Pedro Cosme Vieira

pedro cosme vieira

Um artigo no Ionline lançou definitivamente na ribalta Pedro Cosme Vieira, o matador de pretos.

Alcançada a fama que pretendia, e esperando nós que o Ministério Público leia jornais e se lembre do artigo 240º do Código Penal, também o deputado Duarte, Marques, o citador que trouxe à luz o Cosme Vieira, se dedica a uma coisa dedicada a Francisco Louçã, com uma profundidade filosófica tal que me limito a roubar um comentário do Marco Santos no Facebook:

– A lógica é uma batata, logo, o Duarte Marques é um tubérculo.

Ora o deputado do PSD bem pode tentar passar por entre os pingos da chuva, mas pelo menos em relação ao seu partido há um detalhe: a 8 de Março do ano da graça de 2013 Pedro Vieira Cosme dissertou sobre o modelo de financiamento do sistema de ensino, adivinhem onde? no PSD de Paranhos. E já agora, convidado por quem? por Nuno Altavilla Sousa, suplente da Comissão Política Distrital do Porto do PSD, e já agora da Comissão Executiva do Instituto Ludwig von Mises Portugal. Outro que provavelmente só convidou, nunca leu os vómitos de Pedro Cosme Vieira, ia a passar na rua, cruzaram-se, convite feito.

Isto anda tudo ligado? anda, enquanto alguns fundadores do PPD dão voltas no túmulo.

A título de curiosidade, a apresentação sobre o financiamento do ensino, que tem por tese um estudas agora mas pagas tudo depois, acabando com essa loucura de os nossos impostos servirem para pagar a educação dos outros, ficava a matar noutro qualquer blogue neoliberal (tão caladinhos que eles andam sobre o Pedro Cosme Vieira, a própria Helena Matos já nem se deve  recordar de o ter citado para “mandar a factura aos pais da constituição“).

Porque a grande questão é esta: não será o ainda professor da Faculdade de Economia da Universidade do Porto apenas um desbocado que verte no teclado o que lhe vai na alma, coisa que tantos outros neoliberais, com mais equilíbrio psíquico e tacto politico, apenas evitam fazer?

Comments

  1. Nuno Silva says:

    será o PCV um dos comediantes de direita que no observador se queixam que não existem ou são censurados?


  2. Um dos slides da apresentação do indivíduo para o PSD-Paranhos tem como título “Huston, we have a problem”. Excelente.
    Paranhos era onde a JSD local oferecia bilhetes para a queima por cada 5 novos militantes num evento qualquer há uns anos atrás. Uma concelhia animada portanto!

    • ZE LOPES says:

      Esta apresentação é um portento. Aliás “Huston” (slide 10) deve ser o berço do “mecanismo da evolução das espécies de Darwing” (slide 23) que nos indica que, em “em certa medida, temos de voltar ao antes-do-25-de-abril” (slide 13). E pelos outros 60 é um festival de chutos e pontapés na gramática. E a brilhante dissertação sobre o modelo de financiamento do sistema de ensino? Seria lindo! Uma criança, mal entrasse no o infantário já estaria a dever! Como o poderia evitar? Não indo! Se não quisesse que a dívida aumentasse poderia “estudar menos anos, ou numa escola mais barata” (slide 47). Isto se os “país” (sic) do aluno não quiserem pagar uma parte…

  3. Carvalho N.A. Folha says:

    E porque razão havemos de perder tempo com este Alberto João do nóãrte?
    O tipo não passa de uma aberração, um escarro intelectual, a prova de que a natureza ou se engana ou tem um enorme senso de humor.

  4. Ricardo Amora says:

    Odiado porquê? Porque não é comuna ou islamista, traidor e bandalho, como o imundo autor deste post imundo? Abençoado ódio!


    • “Quem, em reunião pública, por escrito destinado a divulgação ou através de qualquer meio de comunicação social:
      a) Provocar actos de violência contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor ou origem étnica ou nacional ou religião; ou
      b) Difamar ou injuriar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor ou origem étnica ou nacional ou religião, nomeadamente através da negação de crimes de guerra ou contra a paz e a humanidade; com a intenção de incitar à discriminação racial ou religiosa ou de a encorajar, é punido com pena de prisão de 6 meses a 5 anos.”
      Artº 240º do Código Penal.
      O teu IP ficou registado.

    • ZE LOPES says:

      Odiado sim! Porque um gajo que lava um prato com um pano daqueles arrisca-se a contaminar toda uma cidade, para não dizer mais!. V. Exa gostava de acordar butólico uma destas manhãs? Francamente!

Trackbacks


  1. […] as várias pérolas que encontrei na apresentação que descobri por intermédio do João José Cardoso, da necessidade de voltar ao “antes-do-25-de-Abril” ao elogio dos valores da dívida no […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.