O mau cheiro deste governo explicado por Pedro Passos Coelho

Os compromissos diários nem sempre permitem ao primeiro-ministro tomar banho. Mais um flagelo a juntar a extenso leque protagonizado pelo indivíduo. [via Joana Marques (Antena 3/Canal Q)].

Comments

  1. Ana A. says:

    Ora, não sejam más línguas!
    Tomar banho de banheira, com sais, espuma de banho, óleos perfumados…coisas que ele fazia quando era empresário. Agora, coitadito, com tanta coisa na cabeça para fazer (cortar aqui, privatizar ali), toma um duchezito como qualquer proletário limpinho, e vai fazer pela vidinha, antes que o tempo dele acabe!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.