Henry Ford: “Porque sou a favor de cinco dias de trabalho, com um pagamento de seis dias”

A revista World’s Work publicada entre 1900 e 1932 nos EUA, celebrava, em edições mensais, o American way of life, a par do crescente papel da América no contexto mundial. Na edição de Outubro de 1926,  páginas 613-616, publicou-se uma entrevista a Henry Ford, um perigoso socialista/comunista/radical de esquerda (escolher o que se preferir), onde este explicava porque é que defendia uma semana de 5 dias de trabalho, ao invés dos habituais 6 dias de então, com uma jornada de oito horas e sem redução de pagamento.
[Read more…]

Angola, Pátria e Família

O chefe de gabinete do secretário de Estado das Finanças e os filhos do ministro Rui Machete e do Presidente angolano José Eduardo dos Santos estão ligados à mesma empresa, a ERIGO, uma sociedade de capital de risco. Esta é a história do dia em que o PSD meteu Angola no Governo. [VISÃO]

Um País dirigido por governantes e políticos fracos, nunca poderá ser um País Forte.

Tinha 18 anos quando me filiei no PPD / PSD, já lá vão 24 anos. Tenho muito orgulho em ser social-democrata. Acredito na social-democracia de Willy Brandt que teve como seguidores, entre outros, Olof Palme e Francisco Sá Carneiro, que veio a fundar o PPD a 6 de Maio de 1974.

logo ppd+psd

Identifico-me com um PSD que, como um dia descreveu Francisco Sá Carneiro, não assenta ” apenas numa simples democracia formal, burguesa, mas sim, numa autêntica democracia política, económica, social e cultural. Uma democracia política que implica o reconhecimento da soberania popular na definição dos órgãos do poder político, na escolha dos seus titulares e na sua fiscalização e responsabilização, que exige a garantia intransigente das liberdades individuais, o pluralismo efectivo a todos os níveis e o respeito das minorias, não existe democracia se não houver alternância democrática dos partidos no poder, mediante eleições livres, com sufrágio universal, directo e secreto.”

Entendo, como sempre defendeu Sá Carneiro, que a democracia social impõe que sejam assegurados efectivamente os direitos fundamentais de todos à saúde, à habitação, ao bem-estar e à segurança social, e exige a abolição das distinções entre classes sociais diversas e a redistribuição dos rendimentos, pela utilização de uma fiscalidade justa e progressiva.”

[Read more…]

Vamos lá chamar os bois pelos nomes…

PX

Ninguém detesta mais o Estado que eu. Mas deixemo-nos de falsa moral ou hipocrisia, 5,1kg de sardinha não é refeição para uma família de 4 a 6 pessoas. Ou está ali um pequeno negócio de bairro onde alguém faz pela vida, ou trata-se de comprar sem factura para fornecer um pequeno restaurante que pretende declarar menos refeições do que as que efectivamente irão ser servidas. [Read more…]

GNR captura pescador reformado de 79 anos em Portimão

Lê-se num post de Luis Neves:
sardinhas

O arguido vinha da doca pesca na sua bicicleta com um balde de sardinhas para o almoço, quando foi interceptado por uma viatura da GNR … tudo indica que as sardinhas não estavam legalizadas … ficou sem as sardinhas, teve de almoçar conserva de atum. Sinto-me mais seguro com estas intervenções da GNR.

[Read more…]

“Obrigado meu deus, finalmente meteste-me na linha” (*)

Alberto_Pimenta_por_Cesar_Figueiredo
(c) César Figueiredo
(*) Título do próprio Alberto Pimenta