Eleições Legislativas 2015: Vencedores e perdedores

legislativas 2015 resultados

 

Como já referiu o João Mendes, o PAN é um dos grandes vencedores, por entrar para o restrito clube da AR. O BE é outro dos grandes vencedores, ao conseguir mais do que duplicar o resultado de 2011.

Nas restantes comparações com 2011, o PCP ficou ela por ela, O PSD e o CDS perderam muito (30 deputados) e o PS ganhou alguma coisa (12 deputados), sem ser, no entanto, suficiente. Está visto de que lado da boyada vai haver choros e gritos de alegria.

O LIVRE perdeu ao ficar atrás do Garcia Pereira do “Morte aos traidores”. Marinho e Pinto, enfim, também perdeu, ao quase não descolar  da matador de traidores.

E depois há esses fantásticos PSD na Madeira (3 deputados) e PSD nos Açores (2 deputados), contra 2 deputados e 3 deputados respectivamente para o PS. Parece que as ilhas são um mundo à parte.

Falta distribuir 4 deputados neste momento.

Comments


  1. Parece-me que quem faz uma campanha pela negativa e a apelar a uma aversão, que raia o ódio e facciosismo, precisa de reflectir. Os eleitores derrotaram nítidamente os tremendistas; comparar o que foram dizendo, logo com as derrotas na avaliações da troika, segundo resgate, desgraças dos que não têm que comer, perca de direitos e das empresas publicas “nossas”, direitos básico espezinhados… talvez encontrem outra linguagem para a próxima que recolha a aceitação dos ingratos e ignorantes eleitores. Grave foi os abstencionistas, que aumentaram e não encontraram nos discursos dos tremendistas , qualquer apelo para irem votar; espero que os que se intitulam de grandes experts reflitam sobre as cretinices que terão que alterar, se querem mais aceitação.

  2. Antonio Santos says:

    Derrotado só há um: O António Costa, que “correu com o ToZé” porque não se contentava com vitórias pequenas. Afinal nem pequenas nem grandes.
    Vencedor só há um: O PaF, que consegui mais votos e mais deputados, apesar de não ter maioria. Mas é algo normal, já que em 40 anos, só três candidatos o conseguiram: 2x Cavaco Silva e 1x José Sócrates.
    Portanto PaF tem toda a legitimidade de governar.

    • j. manuel cordeiro says:

      Talvez lhe tenha escapado isto: *Nas restantes comparações com 2011*

    • Alvaro says:

      O PaF (PSD-CDS) corresponde a 21% do total real de eleitores… O CDS teve 17 deputados o que faz com que o PSD tenha 82 deputados. O PS tem 85 deputados, o BE tem 19 deputados, o PCP tem 17 deputados e o PAN conseguiu 1 deputado… Logo, as políticas de direita elegeram 99 deputados e as políticas de esquerda elegeram 122 deputados. Está na hora de os partidos de esquerda se unirem e fazerem efetivamente aquilo que a maioria de eleitores decidiu…

  3. manuel says:

    O PAN é mais um Cavalo de Tróia da extrema-esquerda. O partido ecologista – o MPT – perdeu metade dos seus apoiantes desde que deu boleia ao Marinho e Pinto.

    O PAN defende valores muito dignos no que toca ao bem-estar animal e à conservação da Natureza. No entanto, a sua agenda real é outra. Pequenos sinais, como a fúria proibitiva de alimentos “não saudáveis” (ao estilo Michelle Obama) deixam entrever a sua matriz ideológica.

    Quanto a quem ganhou as eleições, é óbvio, que, tal como acontece desde o 25 de Abril, foi o PCP! Pelo menos é o que eles dizem sempre. E só não ganharam ainda mais destacadamente porque (como ontem disseram e dizem sempre) a campanha eleitoral decorreu num forte clima de intimidação. Realmente eu vi bandos de camisas castanhas, em camionetas de caixa aberta, a rondarem os comícios da CDU, e em cada cabine de voto estava um, de varapau na mão, pronto a desancar quem pusesse a cruzinha na foice e no martelo.

    O vosso colaborador comunista explica melhor.

  4. Manuel de Sousa says:

    Quem ganhou foi a CDU. E só não ganhou por mais, porque as eleições decorreram em forte clima de intimidação. Não viram a conferência de Imprensa? É sempre assim em todas as eleições. Em cada cabine de voto está um pide de arma na mão, mas mesmo assim a CDU lá consegue ganhar. Viva a CDU!

  5. Rui Silva says:

    .

Trackbacks


  1. […] surpresa do PAN (literalmente a comemorar o Dia do Animal), como referiram o João Mendes e o Jorge, há outra boa notícia, talvez aquela que vi com mais alegria: a eleição pela primeira vez de um […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.