Bolsas em queda e desta vez a culpa é mesmo do papão comunista

Cavaco Comuna

As bolsas europeias abriram hoje no vermelho, com excepção da robusta praça de Atenas. A bolsa portuguesa começou mal mas terá entretanto recuperado, situação que se poderá inverter a qualquer momento porque, como é sabido, os mercados são aquilo que os especuladores quiserem e os especuladores podem querer sodomizar-nos à bruta. Outra vez.

Seria expectável que a tendência negativa que marcou a abertura da semana bolsista se devesse à possibilidade de um governo resultante de uma coligação entre PS, BE e CDU que, como sabemos, e apesar de ainda não existir, é a origem de todos os males – com efeitos retroactivos – incluindo intempéries, conflitos armados e narcotráfico. Contudo, a culpa parece ser apenas dos comunistas. Não dos comunistas locais como os clérigos da seita PàF gostariam mas dos comunistas chineses, co-proprietários do nosso país e importantes aliados do regime pafista, cuja actividade industrial da casa-mãe se confronta actualmente uma contracção.

Não seria má ideia se uma hipotética coligação de esquerda enviasse alguns emissários a Pequim no sentido de aprender com os chineses como criar pontes entre a esquerda radical e os fanáticos ultralibeirais, que apesar de se oporem a ditaduras de esquerda cultivam excelentes relações com uma das piores, que ao contrário da potencial ditadura de esquerda que poderá em breve “tomar Portugal de assalto”, é uma ditadura de partido único. Mas aqui talvez seja o saudosismo fascista a falar mais alto, que isto para bem da pátria, da família e da santa madre igreja era sermos todos governados pela tradição que esta modernice dos estados de direito e da pluralidade partidária é muito aborrecida.

Comments

  1. Ana A. says:

    He!he!he! Quando for grande quero ser psicanalista dos Mercados!

Trackbacks

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.