O ” messias ” Francisco Assis ficou sem espelho em casa

são-francisco-assis
O auto-denominado ” messias ” do Partido Socialista, Francisco Assis, acusa o agora candidato presidencial António Sampaio da Nóvoa de ” messianismo “.

Ainda não vai muito longe o jantar da Bairrada, após as últimas eleições legislativas, em que o anfitrião Francisco Assis reuniu os amigos João Proença, José Junqueiro, Eurico Dias Brilhante, António Galamba, Manuel dos Santos e até Narciso Miranda para debaterem o futuro do PS e do País.

Na altura o País rapidamente percebeu que o único objectivo do repasto era criar uma solução ” messiânica ” à volta de Francisco Assis de forma a tentar fazer cair António Costa no Partido, bem como a solução governativa que estava a construir com o apoio parlamentar do BE, do PCP, Verdes e o PAN.

Aliás consta mesmo que este foi o jantar que teve muito mais ” leitão ” que convidados. Atendendo ao inequívoco insucesso da iniciativa política rapidamente o ” leitão ” deixou de fazer parte da ementa – leia-se agenda política do ” messias ” Assis – para se colocar ao lado do novo Primeiro-Ministro, António Costa.

Agora que a festa é outra – leia-se eleições presidenciais – estará Francisco Assis a pensar organizar um novo jantar na Bairrada agora de apoio a Maria de Belém?

Comments

  1. Paulo Vieira da Silva é o nosso leitão messiânico. Para si, aqui no Aventar. says:

    Paulo Vieira da Silva é o nosso leitão messiânico aqui no Aventar.
    Acerta em todas as previsões … no fim do jogo.


  2. Qualquer partido que não seja do taxi, precisa de potenciais alternativas internas. O PS ainda ,mais, se for o caso da troika ter que ser chamada (pelo que leio o PSD está a ser macio para que a queda não deixe duvidas nos incautos), terá que aparecer um ou varios messias a clamar eu bem avisei que o caminho das pedras era por outro lado.

  3. JgMenos says:

    Mal comparado!
    O Nóvoa é o verdadeiro, o que em nome do ‘Pai(s)’ promete governar pela palavra!