Urge higienizar a Selecção Nacional


rony
A tarefa mais importante e mais urgente do futuro Seleccionador Nacional é a higienização da Selecção. A única forma de consegui-lo é o afastamento definitivo de Cristiano Ronaldo.
Não está em causa o valor da diva, daí escrever propositadamente antes do jogo decisivo do Euro/2016. Preparando-me para os insultos ao longo do dia e sobretudo se ele conseguir espetar 2 ou 3 golos à Hungria. As ronaldetes simplesmente não perdoarão.
A verdade é que nem sempre o valor intrínseco de um jogador é suficiente para que se justifique a sua permanência no seio de um grupo. Muitas vezes, as perdas são superiores aos ganhos.
Ronaldo é indubitavelmente o melhor e mais influente jogador português de todos os tempos, mas nem por isso a Selecção ganhou mais do que antes. Ao invés, a presença de alguém que seca tudo à sua volta, que manda e desmanda dentro dos estágios, como se de uma coutada se tratasse – sua e do seu parceiro Jorge Mendes, pode ser mais prejudicial do que benéfica.

Esteja bem ou esteja mal, haja ou não haja alguém melhor do que ele, toda a equipa terá de jogar sempre em função de Cristiano Ronaldo. Será sempre Ronaldo a marcar os livres, será sempre ele a marcar os penaltys, será ele o único protagonista em redor de quem tudo gira. Mesmo quando ele estiver em péssima forma, será assim. Continuará a ter privilégios injustificáveis relativamente aos seus colegas, continuará a ter atitudes mimadas dentro e fora de campo, incompatíveis com o seu estatuto de capitão, e continuará a fazer negócios lucrativos com a própria Selecção que lhe paga os prémios.
Num momento em que despontam extraordinários jogadores no seio da Selecção, como Danilo Pereira, Renato Sanches ou João Mário, impunha-se uma lufada de ar fresco que permitisse a esses jogadores saírem da sombra de Ronaldo e darem um ar da sua graça. E como Ronaldo nunca perderá o protagonismo que tem enquanto for chamado, nunca poderá ir para o banco porque simplesmente não pode, então a única solução é deixar de contar com ele.
Com Fernando Santos, que frequentemente se põe numa posição de subalternidade face ao próprio jogador, isso nunca acontecerá. E como Mourinho não está disponível para fazer o que tem de ser feito, duvido que aconteça com qualquer outro Seleccionador.
Pelo contrário: será um dia Cristiano Ronaldo a anunciar o seu abandono da Selecção e ver-se-á então um doentia onda para promover a sua continuidade.

Comments

  1. Helder Pereira says:

    Perfeito! É isso mesmo.
    É por isso, que no grupo mais fácil de sempre numa prova deste calibre, temos 2 empates, um golo marcado. Excelente prestação …
    Costumo dizer aos meus amigos “Temos o grupo mais fácil de sempre, mas esquecem-se que temos o Fernando Santos como treinador😉 “.

    Bom artigo e concordo, tanto com o conteúdo como com timing.

    • Danielle Dinis Foucaut says:

      Sim, Ricardo é bom, mas não passa de um jogador numa equipa. E um jogo joga-se com todos e se possível, em sintonia.
      ninguém deve tremer perante ninguém, e o penalty ficou-me atravessado. O treinador deveria guardar Ricardo para as mudanças dos 15 minutos depois do intervalo. Entretanto o reste da equipa poderia já ter marcado um ou dois golos e Ricardo viria fazer um brilhareta de “diva” se quisesse: todo benefício!!!

  2. eu avento says:

    Esta Ricardete filha da puta apaga comentários no Aventar

  3. Konigvs says:

    Estava a ir muito bem até ter escrito que é o “melhor” e mais influente jogador português de todos os tempos. Aí é que borrou a pintura toda, porque não se pode comparar o incomparável. O futebol é um jogo coletivo, são 11 diferentes posições dentro de campo. Nunca que se pode afirmar que este é o “melhor” jogador do mundo. Porque um extremo só pode ser o melhor extremo do mundo, não é melhor que um defesa-direito, central ou guarda-redes, porque cada jogador só joga numa posição. Pode-se falar sim, falar em “jogador mais valioso”. Juntar a isso tudo, e ainda ir comparar com o futebol que se praticava há 20, 30, 50, ou 70 anos é verdadeiramente idiota. É verdade que toda a gente o faz constantemente e em todas as modalidades, mas isso não significa que esteja certo. E não está.

    Mas passando isso à frente, sim, a melhor notícia que a seleção poderia ter, seria o depoimento do Cristiano a dizer no fim do Europeu que deixaria de representar a seleção. Tal como o outro, o Pezeteiro fez, que para jogar a qualificação não estava disponível para representar o seu país, mas depois para jogar o mundial já lhe cheirou. Não haja dúvidas que Figo deixou um belo sucessor.

    Sobre a criaturinha em questão, por estes dias alguém escreveu mais ou menos aquilo que eu penso:
    “Cristiano: a grandeza, a tristeza e o ridículo”

    http://brasil.elpais.com/brasil/2016/06/18/deportes/1466268620_066432.html

  4. Thief says:

    Concordo, o que eu não gostava de ter um Sir. Alex Fergunson na seleção nacional. Não se percebe como um treinador permite que o Ronaldo marque livres a 40 m da baliza.

  5. adeus passos says:

    é, a culpa é do ronaldo. se perdemos, culpa do ronaldo. porque ele joga sozinho.

    higienizar? é, a culpa da ronaldomania é mesmo do ronaldo. a ronaldomania na selecção faz muito mais mal ao ronaldo do que bem. a todos os níveis. é o bode expiatório de tudo, mesmo quando o resto da equipa é miserável, como aconteceu várias vezes desde 2004/6.

    a ronaldomania vem dos parasitas que a criaram e não dele. dos parasitas que, na federação, perceberam que tinham ali uma teta para mamar e facturar até rebentar. vejam quanto cobra hoje a selecção por um amigável qualquer. quanto cobra a fpf pelos patrocínios, pelo contrato com a marca de equipamentos, etc – valores multiplicados por muito devido ao ronaldo. e essa realidade de “ronaldo-centrismo” é criada pela própria fpf, mendes e etc. o ronaldo preferia, podem ter a certeza, que o deixassem em paz.

    continua a ser de longe o nosso melhor jogador. mas a inveja e a maledicência, a ânsia por bodes expiatórios e falta de cultura desportiva levam a este tipo de perseguição.

    • sweetadriana says:

      Sou uma outsider assumida destas coisas do futebol, mas é sempre com o mesmo espanto que leio tanta bacorada…eu sei lá se o rapaz é isto ou aquilo, mas as bolas e as botas de ouro que ganhou teriam sido ganhas nalgum jogo da vermelhinha? Ou será que as comprou? Já com o Mourinho é a mesma sanha! Que se passa com certa gente? Inveja? Talvez ele faça muita gente olhar-se por dentro e perante tanta aridez soltam veneno. Ele é quem leva o nome de Portugal até mais longe…
      Um embaraço para alguns.
      País de nanos cujo desporto favorito é diminuir todo aquele que eleva o país.

      • Ricardo Ferreira Pinto says:

        E pronto.
        Ficamos sempre reduzidos a este tipo de argumentos. Se alguém critica o Cristiano Ronaldo, é porque tem inveja dele!
        Toda a gente pode ser criticada em todos os sectores de actividade. Mas se for o Cristiano Ronaldo, é porque é um invejoso.
        Nunca criticou ninguém? E se criticou, fê-lo porque tinha inveja dessa pessoa?

    • Ricardo Ferreira Pinto says:

      É, quem critica o Cristiano Ronaldo é invejoso. Mas é só quem critica o Cristiano Ronaldo.
      Já o adeus passos, que passa o tempo todo a criticar outras pessoas, não é nada invejoso.
      Só é invejoso quem critica o Cristiano Ronaldo.

      • adeus passos says:

        o ricardinho distorce.

        o adeus passos critica quem tem que criticar, como é óbvio. e não é toda a gente. é gente muito concreta.

        o “adeus passos passa o tempo todo a criticar outras pessoas”? não seja ridículo. um ou outro comentário num post na internet dificilmente é “o tempo todo”. é um minuto. belo argumento á PaF.

        eu não sou contra criticar o ronaldo. eu sou contra é concentrar no ronaldo todos os males da selecção, como tantos fazem. quando o verdadeiro problema não nasceu com o ronaldo.

        sim: centrar os males no ronaldo mostra inveja.

        • Ricardo Ferreira Pinto says:

          Se soubesse ler, perceberia que não estou a acusar o Ronaldo de nada relativamente a este Europeu mas sim em termos gerais. A nossa fraquíssima prestação neste Europeu tem um culpado principal, Fernando Santos, um treinador medíocre que já critiquei muitas vezes – também acha que tenho inveja dele?
          Mas já que, sem me conhecer de lado nenhum, me está a chamar invejoso por eu me atrever a criticar o Cristiano Ronaldo, suponho, então, seguindo essa linha de raciocínio, que também lhe posso chamar invejoso. Tem inveja dessas pessoas concretas que critica, portanto é um invejoso.
          Nunca tive inveja de nada nem de ninguém na vida, não foram esses os valores que me transmitiram. Aprenda a respeitar as opiniões dos outros sem ter de os insultar por isso.
          Posto isto, adeus adeus passos.

  6. adeus passos says:

    conluindo: higienizem, sim – mas do verdadeiro problema. porque esses parasitas vão fazer o mesmo se voltar a aparecer um fora-de-série.

  7. Hélder P. says:

    Melhor jogador português de todos os tempos não é. Não comparem a prima donna Ronaldo com o humilde e genial Rei Eusébio, por favor.
    De resto, o autor disse tudo.

  8. anónimo says:

    Gastaram 15 milhões de euros, deste país falido e endividado, para fazer a urgentíssima “Cidade do Futebol”.
    Não chegou para as casas de banho?

  9. Afonso Valverde says:

    Negócio do futebol da UEFA, seleção quê? Passo.
    Viva o joga da bola, o jogo de todas as bolas e com bolas.

  10. Eduardo Lourenço says:

    A inveja é um mal que infelizmente afectam muita gente.
    A maior preocupação dos Português deve ser outra Educação, Saúde para todos, Economia o resto são diversões deixe lá o Ronaldo fazer as palhaçadas dele mais os jornalistas rasteiros.
    Vá trabalhar

Trackbacks

  1. […] adepto, no entanto, nunca se pode dizer mal dos nossos jogadores. No caso de Ronaldo, e não só, as críticas resultam de inveja e os comportamentos censuráveis devem ser compreendidos à luz da educação que não recebeu e […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s