Caso Sócrates: uma situação pornográfica


Estou longe de ser um defensor de Sócrates – basta ler o que escrevi no Aventar ao longo dos tempos. Por isso, sinto-me perfeitamente à vontade para dizer que a condução do seu processo na justiça está a ser feita de uma forma absolutamente pornográfica.

Procuradora-geral dá mais 180 dias ao titular do caso Sócrates para terminar investigação
Director do Departamento Central de Investigação e Acção Penal tinha determinado 15 de Setembro como o prazo-limite para o inquérito.

O Jornal de Negócios traz uma cronologia do caso. Vemos que começou em 21 de Novembro de 2014, com a detenção de  José Sócrates à chegada a Lisboa. O processo arrancou logo bem, com o Ministério Público a revelar as suspeitas só na madrugada do dia seguinte.

Ao fim de, aproximadamente, um ano e nove meses, o Ministério Público ainda não apresentou uma acusação. E pede mais seis meses. Isto é um gozo. Só para colocar as coisas em perspectiva, Madoff estava julgado e preso ao fim de nove meses! E, francamente, Sócrates, por mais que tenha feito, não provocou o colapso da economia mundial.

Isto passa-se com uma pessoa com recursos muito superiores aos do comum cidadão. Imagine se fosse consigo. Tenhamos medo, muito medo da Justiça.

Comments

  1. Konigvs says:

    Depois dos comentários completamente infelizes do juiz – a fazer lembrar o orelhas no caso do “deputado eleito ou eleita” – em menos de uma semana juntar mais esta novidade é mesmo caso para dizer que a justiça portuguesa é uma verdadeira merda.

    E não quero com isto afirmar o que quer que seja sobre a idoneidade do ex-primeiro-ministro. Só quero afirmar que a justiça portuguesa é uma valente merda.

    Como digo constantemente, o pior que temos em Portugal é a Justiça, ou no caso, a falta dela.

  2. ZE LOPES says:

    Pois. Mas há mais. há um juíz que, depois de uma entrevista, deu nas vistas. E diz que, se for objeto de um processo disciplinar (estou a citar um jornal Cmsempre Cmbem Cminformado…) pede para ser afastado. Imaginem o que se pode passar a partir de aí! O outro juíz vai ter de tomar conhecimento do processo. E vai ter de despachar…e tal!
    Há formas muito boas de um tipo se livrar de poisições profissionais incómodas…neste caso, dá uma entrevista!

  3. Nightwish says:

    Quem esteve atento ao pífio dourado sabe bem que o sistema judicial não é cego.

  4. «O Jornal de Negócios TRÁS (…)»??? A sério que… trás???😛

  5. Constou-se e foi publicamente divulgado, que o EXMº: SENHOR CAPITÃO SALGUEIRO MAIA, ao convocar os seus militares, na noite de 24 de Abril de 1974, disse qualquer coisa como ; acabar com o ESTADO A QUE ISTO CHEGOU! NÃO IMAGINAVA O senhor CAPITÃO, na sua e dos seus Camaradas, inocentes generosidades, QUE, mais de QUARENTA E DOIS ANOS depois, o LAMENTÁVEL estado em que “ISTO” se transformou. Os que ainda por cá andam e bem assim os outros que partiram para a eternidade, ficam ENVERGONHADOS, não de arrependimento, mas porque gente ESTÚPIDA, EGOÍSTA, DESUMANA E ANTI-PATRIOTA, tenha usado os seus GENEROSOS IDEAIS, levando a NAÇÃO ao ESTADO A QUE ISTO CHEGOU! quarenta e dois anos depois…

  6. A Justiça em Portugal não funciona. É arbitrária e persecutória. Prendem-se as pessoas sem se fazerem as investigações adequadas para a condenação. As condenações são por convicção, em vez de serem com recurso a provas.

    Não se faz Justiça, quando a Justiça é um espectáculo. Somos uns perdedores porque afinal somos nós que pagamos por esta Justiça que temos.

  7. ferpin says:

    Vou fazer futurologia (é tudo ficção saída da minha imaginação e bebi muitos copos antes de escrever isto pelo que peço desde já desculpa a qualquer pessoa que se possa sentir ofendida, pois tenho o maior respeito pessoal e profissional por todas as pessoas citadas inclusive o socras e em especial pelos doutos senhores juízes).
    1- O Juíz não tem provas para acusar o socras. (Daí já o terem investigado por tantas coisas que já perdi a conta, freeport, vale de lobo, Ges, etc, quando, havendo provas, iam a tribunal pelo freeport e continuavam a preparar as acusações das outras)
    2- O Juíz sabe que se não levar o socras a tribunal depois deste circo é o fim dele. Se o levar até ao tribunal e o povão perceber que não têm provas nem tinham quando o prenderam, o Juíz está lixado.
    3- O juíz dá a entrevista só para poder dizer duas vezes que não tem dinheiro em conta de amigos. Como isso é juízo de valor sobre um processo que tem em mãos, consegue ser posto fora do processo.
    4- O juíz que herdar o processo tem duas hipóteses caso não haja provas contra o socras:
    4a) Arquiva aquela coisa (nesse caso é logo acusado de compadrio com o socras e de terem feito a folha ao pobre carlos alexandre, que dirá que deixou um processo porreirinho e cheio de provas).
    4b) Para não ser acusado de compadrios, leva o socras a tribunal mesmo sem provas, quando a acusação for ridicularizada em tribunal, o juíz substituto é acusado de incompetência e o pobre carlos alexandre dirá que com ele era condenação garantida e etc.

    Atendendo ao poder desmesurado da direita sobre os media, se eu fosse o juíz substituto ia por 4b), antes ser incompetente que corrupto.
    O juíz inicial tem garantido lugar de herói imolado quer em 4a quer em 4b.

    O que eu gostava mesmo era que o juíz carlos alexandre (apesar de o que fez equivaler em qualquer país civilizado a sair do processo) continuasse no processo para evitar 4a ou 4b. Ele devia ser obrigado a ir até ao fim. Estou ansioso pelo socras em tribunal, para ver não só que provas há, como em especial que provas ou indícios fortes havia no dia em que foi preso. Imaginem que foi preso sem mais nada a não ser ter um amigo que lhe emprestava dinheiro.

    Quanto à justiça, há anos que digo que se alguém resolver o problema da Justiça em Portugal, eu vou para o governo e resolvo os outros problemas todos. Em 20 anos passamos os países nórdicos, Alemanha, etc

  8. ferpin :

    E eu a pensar que era o MP que deduzia a acusação….

  9. Silva says:

    É preciso não esquecer que houve um punhado de outros juízes que indeferiram a autêntica avalanche de expedientes processuais e recursos metidos pelos advogados de Sócrates considerando assim haver matéria incriminatória de facto. A justiça deitou-lhe a mão, mas não foi por ir à missa.

    • Nightwish says:

      É, mas é preciso não esquecer que isto é inaceitável num estado de direito, seja o acusado quem seja.

  10. Vamos esperar para ver o resultado desta tragédia Grega à Portuguesa !!!

  11. Anti-pafioso says:

    Durante mais 6 meses , viagens ,almoços ,jantares ,bons hotéis, horas extras ,subsídios, ajudas de custo, um fartote . Paga tuga .

  12. Rui Naldinho says:

    Sócrates foi alguém que sempre teve duas agendas. Uma agenda política assente numa noção de social democracia, mas sem uma ideia consistente de como atingir esse objetivo, que não fosse despejar dinheiro na economia, muitas vezes sem grande critério, aliado a uma agenda pessoal egocêntrica, assente no pressuposto de que ele era uma personalidade para além da política. Uma estrela mundana que funcionava também como imagem de marca de um Portugal moderno. Tal como Sarkozy em França!
    Como em Portugal os meios de comunicação social estão quase todos na mão da direita, apesar de falidos, Sócrates tentou comprá-los, mesmo que em muitos casos não materialmente. Para isso deu “poder” a algumas personalidades dentro e fora do PS, das suas relações, para que desenvolvessem um conjunto de atividades pró ativas para com a sua pessoa, mais do que para o próprio partido. Durante anos conseguiu isso. Criou uma máquina de propaganda dentro do Estado, onde uma sucessão de eventos diários o traziam á ribalta, mesmo que esses eventos não tivessem consequências de maior.
    A Direita sempre se deu mal com a comunicação social. Não porque não a detenha, mas sim porque sempre utilizou a estratégia do medo para comunicar. Basta ver os analistas económicos, jornalistas escolhidos a dedo dentro da sua esfera de ação, Nicolau Santos, Paulo Trigo Pereira e Ricardo Paes Mamede, serão as exceções á regra, para se ter uma percepção de como a catástrofe é anunciada todos os dias nos telejornais, em debates e artigos de opinião. Até pode ser que isso venha a acontecer, mas, como diz Pacheco Pereira e Daniel Oliveira, quando é que esse cenário esteve fora da mesa? Não fosse o anterior governo ter varrido para baixo do tapete os problemas da banca e já teríamos tido um segundo resgate, pós euro.
    Onde é que neste rame rame entra outra vez Sócrates?
    A prisão de Sócrates foi um “maná” para a direita, que após quatro anos de governo não tinha nada de bom para anunciar aos portugueses. Ao fim de quatro anos, a PAF apenas tinha para dizer aos Portugueses que a crise não só não estava debelada, como ainda iria prolongar-se por décadas. Dizer isso, ainda que fosse verdade, era o suicidio da direita.
    Por que razão Sócrates é um egocêntrico, vaidoso, e com manias de intelectual?
    Tivesse Sócrates aceite a indemnização compensatória a que tinha direito pelo exercício de cargos governativos, o que não fez. Tivesse ele partido para o Brasil discretamente, e não, daquela forma espampanante, como assessor de uma empresa para fazer lobie. Tivesse ele evitado “escrever” um livro de duvidosa qualidade e pela mão de terceiros, que, provavelmente, as coisas nunca teriam chegado até aqui.
    Mas Sócrates não fez nada disso, porque egocêntrico como é, quis dar uma imagem de alguém muito culto, abastado, e que, não necessitava das subvenções da política para nada. Sobrevalorizou o ódio de estimação que muitos setores em Portugal lhe tinham. Em especial alguns sindicatos, corporações industriais (farmacêuticas), professores e os agentes da Justiça.
    Aproveitou o convite que a RTP lhe fez, com uma altivez despudorada. Para mim, já com a intenção deliberada de o manter por estas bandas, permitindo ser investigado “on-line”. Não acredito que o chamassem pelos “ricos comentários” que fazia. Dava sim, um jeito enorme á investigação que Sócrates se movimentasse em Portugal, ou, menos mal, na Europa. Para mim tudo isto se vai ligar um dia. Estes prazos dados pelo Ministério Público á investigação vão prolongar-se “ad eternum”. Apenas por um motivo. Se o processo cai por terra, com arquivamento do mesmo por falta de provas crediveis, se a acusação tem pouca consistência jurídica, acabando o julgamento por se arrastar no tempo, sem a culpabilizaçao definitiva de Sócrates, admito que o PS corra o risco de ganhar umas eleições com maioria absoluta, não pelo mérito das suas políticas, mas por uma contra reação da população á suposta manipulação dos agentes da Justiça, com a colaboração da comunicação social, contra o ex Primeiro Ministro e o próprio PS, do qual a direita veio a beneficiar.
    Fazem- me lembrar os atentados de Atocha, e a tentativa do PP de atirar para cima da ETA a culpa dos acontecimentos.
    Depois não se admirem dos resultados eleitorais, ou pior ainda, dos números da abstenção.

    • Nascimento says:

      DASS, ATÉ QUE ENFIM ALGUEM ESCALPELIZA ESTA MERDA COMO DEVE DE SER!!! NADA COMO TER MEMÓRIA!!! BOM TEXTO.

  13. JgMenos says:

    Estou de acordo num ponto!
    A nossa Justiça estava, e eventualmente estará, impreparada para enfrentar as acções de um primeiro-ministro pornográfico apoiado num partido que nunca erra e que se se engana nunca o admite.

    • Nightwish says:

      Tal como para Passos Coelho, Portas, Cavaco, Barroso e outros.

    • Nascimento says:

      Ó ´” Menos”,referes-te também ao CDS? Olha lá; já sabes o que se passou com o GUITO de apoio á Agricultura aqui prós lados do “DESERTO”
      Parece que as ” estufas” custaram 500 mil !!
      Acho que nem um plástico lá foi montado!!!
      E foi logo “dado” de uma só vez. Desapareceu…parece.
      Uau olha , pergunta á tua amiga que agora é dirigente o que é que aconteceu! Pode ser que saiba. Quem sabe, né? Percebes???Vai atirar lama prar outro lado. Nojo.

    • JgMenos says:

      Esta ternurenta solidariedade com ladrões é o público reconhecimento de que: se roubas e és de esquerda não há ofensa ideológica.
      Se não és de esquerda, a repulsa é potenciada até à mais sentida indinação.
      É comovente!

      • Nascimento says:

        Vái lá saber do guito e não venhas lançar atoardas contra o PS . É que nunca rabiscas nadinha sobre os teus BARRASCOS. Pafioso de merda. Salazarentos como tu há muitos. Fingidores da ” boa ética e moral”! Ui, tão bem que os conheçemos… a seguir estão a ” pedira ” a extinção dos partidos , sindicatos, etc.A malta sabe. Da PIDE segundo constava eram 75 mil, BUFOS 500 mil e fora os ” sobrinhos” ….e ainda os ” remanescentes como tu. Sim porque cobardes como tu, nem “categoria” têm para se afirmarem como fascistas/ democrats á la minuta…
        Cospem sempre no espelho afim de apagarem a imagem reflectida. Largueza….

  14. Albino Torres says:

    Boa noite, a análise que eu faço, da prorrogação do prazo, pelo CSM, é simplesmente, uma antecipação, ao pedido da defesa de Sócrates, para afastar o Juiz Carlos Alexandre, do processo.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s