Bilhete do Canadá – Um debate para não esquecer

Um dia destes a RTP transmitiu um debate entre João Soares e um tal Luvualu, apresentado como embaixador itinerante para limpar a imagem do governo de Angola, (bem) moderado por Ana Lourenço. Foi, a vários títulos, um debate que fica para memória futura.

João Soares, Ana Lourenço, António Luvualu

[Read more…]

Mais uma pérola para a posteridade. Por Pedro Passos Coelho

PPC

Nesse manancial de pérolas, contradições e trapalhices que é a “universidade” de Verão da JSD, Pedro Passos Coelho brindou-nos com um novo momento de humor, ao nível da palermice da passada semana. Disse o deputado, perante as suas camadas jovens em êxtase:

Prefiro salvar o país do que salvar a pele.

[Read more…]

Profetas da desgraça de costas voltadas

Atropelos, desconcerto e ausência de entendimento para as Autárquicas. Longe vão os tempos da harmonia pafiosa. Entendimentos só mesmo em matéria de catastrofismo.

Assunção Cristas e as clientelas

AC

No calor da universidade de Verão do CDS-PP, Assunção Cristas teceu um conjunto de considerações espantosas e dignas de registo. Entre acusações ao actual governo de fazer aquilo que o governo que integrou fez, nomeadamente “ir buscar dinheiro” aos bolsos da classe média, e críticas ao silêncio dos partidos que apoiam parlamentarmente a solução governativa, quando dela e dos restantes centristas que integraram o governo Passos /Portas “nem um ui” face aos cortes, por exemplo, nas pensões, logo os reformados que eram uma das bandeiras do CDS-PP, Assunção Cristas deliciou as hostes com uma intervenção populista e demagogica que reflecte o estado de um partido comatoso, agarrado a um discurso catastrofista. Um absoluto vazio. [Read more…]

Bilhete do Canadá – Olha que dois

Passos afina com Mitsotakis visão que supere “insuficiências” de Costa e Tsipras [DN]

Foto: EPA/Nuno Veiga

O grego pertence ao partido Nova Democracia, um dos três partidos que, sozinhos ou em coligação, entraram na batota financeira organizada pelo Goldman Sachs, com os olhos oportunamente fechados da União Europeia do Barroso, caldinho esse que levou a Grécia à bancarrota e ao calvário da austeridade e da humilhação.  Esta fotografia mostra que se juntou a fome com  a vontade de comer. A verdade é que o PSD e o Passos só têm parceiros desta laia.

Adivinhação

“Os resultados representam um raro revés para Merkel, que procura um quarto mandato no próximo ano.” diz o artigo do Público sobre as eleições de domingo no estado de Mecklenburg-Vorpommern. Fantástico!!! O Público sabe mais sobre Merkel do que ela própria e do que a nação inteira, pois a Chanceler anunciou expressamente que ainda não se pronuncia sobre se vai, ou não, voltar a candidatar-se ao posto e que o comunicará “no momento apropriado”. Isso dependerá provavelmente de vir a obter, ou não, o apoio do CSU – o partido “irmão” do CDU de Merkel, na Baviera – para a sua candidatura. O que é duvidoso, sabendo que Horst Seehofer, presidente do CSU, é um crítico acérrimo da política de refugiados de Merkel, tendo já ameaçado que o seu partido apresentaria um candidato próprio – quem sabe até se estaria a pensar em si mesmo… E, presumivelmente, a forte queda da sua popularidade (42% numa sondagem recente) também terá alguma influência na decisão de Merkel… Por outro lado, é conhecida a sua citação “Não quero ser apenas um destroço meio-morto quando abandonar a política”… Enfim, pontos de interrogação atrás de pontos de interrogação… Pode ser que sim, pode ser que não.

Ai o rigor jornalístico…