As proezas de Joaquim Mota e Silva


jms

Apresento-vos Joaquim Mota e Silva, outrora deputado do PSD, hoje presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto. Do seu vasto curriculum constam proezas como a adjudicação, por ajuste directo, de uma prestação de serviços, no valor de 56.800€, à empresa dos seus pais, a única que a autarquia que dirige contactou para o efeito. Estranho? Nada disso. Tudo não passou de um lapso. Segundo o jornal O Minho, o autarca afirmou que desconhecia que a empresa de consultoria contratada era da sua família. Quem nunca adjudicou uma pipa de massa a uma empresa da sua família, sem dar por ela que os donos eram os seus progenitores, que atire a primeira pedra.

Apesar da normalidade da situação referida, ou não estivéssemos nós num país onde a esmagadora maioria dos autarcas faz o que bem entende com o dinheiro que é de todos em autênticas orgias de ajustes directos para amigos e família, o Ministério Público tentou pôr cobro à situação, acabando travado pelo Tribunal Central Administrativo do Norte e pela habitual saída de emergência destas traquinices: a prescrição.

Outra proeza, mais recente e igualmente genial, foi a de ter requerido ao governo PSD/CDS-PP, há cerca de um ano, o encerramento da Escola Básica de 1º Ciclo do Rego, pedido ao qual foi dado o normal seguimento por parte de um governo que se dedicou a brutalizar a escola pública durante quatro anos. Tal não o inibiu de se juntar, na passada Terça-feira, aos protestos contra o encerramento dessa mesma escola, como se não fosse nada consigo, por ocasião da visita da secretária de Estado da Educação a Mondim de Basto, que acabou vaiada e se viu forçada a fugir dos manifestantes, apesar de não ter sido sua a decisão. Há coisas fantásticas, não há?

Foto@O Minho

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Será mais um caso de Polícia que ninguém terá a coragem de apresentar.
    A classe política cobre-se e continua a falar de crise …

  2. Afonso Valverde says:

    Isto é uma anormalidade completa. Este senhor está em seu perfeito juízo, ou sou eu que estou louco?! Bem como não há lei que criminalize este tipo de comportamento estamos todos bem, ou seja, ele de certeza e os Mondinenses que nele votaram.
    A Democracia tem destas coisas muito belas…

  3. António Pereira says:

    É mais um artista português, proveniente de uma certa escola de forjar políticos! A

  4. antero seguro says:

    A amnésia e ou a ignorância serão “qualidades” laranja?

  5. Agostinho says:

    Porra! Mas este gajo será o único que desconhece que é o pai? Claro que não. Há p’raí tanto FDP…

  6. Marcelo Teixeira says:

    Esse artista já eh nosso conhecido….
    Nasci em Celorico, e sei exactamente o que. Acontece. Vocês estão -se a esquecer do Ex presidente da Empresa municipal.
    Acho que seria boa ideia elaborar alguma coisa sobre esse menino!

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s