À atenção do Bloco e do PCP

cetattip

A Ana Moreno, no seu esforço hercúleo e permanente para alertar e denunciar os perigos do CETA e do TTIP, voltou ontem à carga:

Qual será a percentagem de portugueses que ouviram falar desse acordo que já foi assinado e será votado no Parlamento Europeu no próximo mês de Fevereiro? 1%? Não faço ideia, mas quando se pergunta aleatoriamente a alguém, mesmo na capital, ninguém conhece sequer a sigla.

Já dizia o outro: não te preocupes, está tudo bem. Que interesse têm dois tratados aborrecidíssimos, para os quais nos estamos nas tintas, e sobre os quais ninguém fala? Não devem ser assim tão importantes. Se fossem haveria mais debate, mais alertas. Mas alguma vez uma multinacional poderá processar um Estado pelas perdas de lucros geradas por algo tão simples como o aumento do salário mínimo nacional? Isso são disparates de teóricos da conspiração. 

Só que não são. E, num futuro não muito distante, quando nos apercebermos daquilo que realmente aconteceu, quando como de costume já não houver nada a fazer, será tarde demais. E, quando for tarde demais, será importante que nos questionemos sobre onde andaram Bloco e PCP durante todo este tempo. Porque da direita não podemos esperar grande coisa, quando o assunto é o primado do poder económico, e porque o PS, por muito que geringonce, não deixará de ser o PS que encerra em si muitos dos interesses que gravitam em torno do capital. Mas do Bloco e do PCP espero postura diferente. Espero que se levantem e que exijam, no mínimo, que um tema tão delicado como este contrato esclavagista seja discutido abertamente. E nada disso está a acontecer. É tempo daqueles que reclamam para si a herança da verdadeira esquerda tomarem uma posição de força. O tempo corre contra nós.

Imagem via Global Justice Now

Comments

  1. João Paz says:

    João Mendes pode esperar sentado porque mesmo que o PCP e o BE se insurgissem (o que duvido seriamente) os votos do PSD e CDS seriam suficientes. Ainda assim faz bem em denunciar. A Ana Moreno não pode e não deve ficar sozinha nesta denúncia de vital importância para nós que vivemos do nosso salário.

    • Ana Moreno says:

      Obrigada! Estamos juntos!
      Sim, o BE, o PAN, o PCP e os VERDES estão explicitamente do lado dos cidadãos e apresentam hoje projectos de resolução (vou de seguida publicar num post as respectivas recomendações).
      Importante hoje é mesmo ir até à AR!


      • Gosto da sua força esclarecida de intervenção e alertas, Ana Moreno.
        Sou dos que subscreveram a Petição, estou consciente desde há muito da perversidade destes Tratados, reconheço a indiferença ignorante das pessoas, preocupei-me em divulgar a Petição na altura….sei que poucos ou nenhuns dos meus contactos para além da indiferença e ignorância que mantêm NÃO colaboraram !
        Somos poucos sobretudo neste país, mas estamos juntos ! Sendo isto tão importante para todos nós !

        • Ana Moreno says:

          Obrigada pelas palavras e pelo apoio à Petição e aos protestos Isabela! O desconhecimento – promovido em Portugal pelos media e pelo(s) governo(s) – e a complexidade do tema dificultam muito… E é verdade, em Portugal, mais do que noutros países, as pessoas preferem criticar sentadas e chorar sobre o leite derramado do que agir e se organizarem. Vezes sem conta discuto com amigos as causas desse traço cultural, sobre o qual tanto já foi dito e escrito. Mas perceber realmente, não percebo.
          Estamos juntos!

  2. Ausente52 says:

    Por mim nunca ouvi ou li nada sobre tais siglas.

  3. Fernando Manuel Rodrigues says:

    Infelizmente, a CE e todo o poder político europeu têm feito de tudo para fazer com que estes tratados passem longe do escrutínio público. Em países com mais tradição de intervenção cívica, não têm conseguido. Em Portugal, onde a imprensa é o que se sabe, e a maioria da população adopta uma atitude de “laissez faire, laissez passer” até que lhes toque na pele (e aí, normalmente, já é tarde demais) as coisas são masi fáceis de fazer passar.


  4. .

    Estou farto de dizer… ELES SÃO TODOS IGUAIS!!!
    .


  5. E LOGO A TARDE QUEM VAI AO ENCONTRO/MANIFESTAÇÃO??? seria bom se fossemos MUIIIITOS para não ser MAU….muito MAU para todos.


  6. Verdadeira esquerda ? Mas existe ou existiu ? aonde ? Na Venezuela, nas URSS ou republicas de leste ? Na Coreia do Norte? Basta fazerem um debate com honestidade e apontarem os pontos que desagradam eos que agradam e deixarem os leitores fazerem as conclusões. Essa de fazerem dos leiitores tolos mostrando-lhe como devem pensar só na verdadeiro socialismo é que é aceite como bom.


    • Então e a social-democracia? É de direita, quer ver? Os governos escandinavos de centro-esquerda? São de direita também? Claro que, para um fanático, esquerda rima com URSS e Coreia do Norte? Qual é a sua direita António? Fascismo italiano? Nazismo?
      (que tal lhe está a saber o seu próprio veneno?)

Trackbacks


  1. […] efémero. E se, até ao momento, pouco ou nada tenho a apontar ao comportamento de PCP e Bloco, com a excepção da falta de uma acção mais musculada contra o CETA e o TTIP, ver estes partidos chumbar a audição de Armando Vara, que tanto criticaram no passado, […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.