E só agora é que se lembram?


O Benfica voltou a atacar contra o Sporting nas instâncias desportivas. Os encarnados alegam agora numa participação à Liga que Bruno de Carvalho e Octávio Machado cometeram 4 infracções cada um, lesando a honra do antigo presidente do Conselho de Arbitragem Vítor Pereira em 3 ocasiões e a do árbitro Luís Ferreira noutra ocasião. Falamos portanto de eventuais infracções que já ocorreram na temporada passada.

Desta direcção do Benfica podemos esperar duas coisas:

A primeira é a evidência de que ao nível da comunicação, Luis Filipe Vieira nunca vai ao choque contra os dirigentes do Sporting. A estratégia de comunicação do Benfica tem assentado nos últimos anos nos pontas-de-lança que Vieira dispõe ao seu serviço nos programas de comentário televisivo (Rui Gomes da Silva e Pedro Guerra) e nos múltiplos mendigos que pairam pelo reino da águia a pedir esmola para poderem acrescentar o seu tostão à polémica. Falo evidentemente dos senhores João Gabriel e Jaime Antunes, agentes actualmente externos ao Benfica que tem de fazer de tudo um pouco para poderem sobreviver neste mundo cão. Todos os 4 de que falo tem vários denominadores em comum: foram corridos por Vieira da órbita do clube, tem uma relação de amor-ódio com o querido líder, e precisam de andar por aí a servir de cães de fila ao seu dono para colocar comida na mesa. Nem que isso implique andar sistematicamente a destratar a honra do presidente do clube a própria dignidade da instituição.

A segunda, também evidente, é que esta direcção do Benfica responde sempre, de forma traiçoeira pela calada da noite, com processos nas instâncias desportivas e judiciais contra o clube de Alvalade. Já o fizeram no caso Doyen quando Luís Filipe Vieira, na altura devedorna altura devedor à empresa de Jorge Mendes, perdão, de Nelinho Lucas, constituiu-se como uma testemunha daquele fundo, com Jorge Jesus naquele inenarrável processo em que o Benfica desvalorizou por completo todos os seus adeptos ao pedir 1 euro por cada adepto de indeminização ao seu antigo treinador (o que equivale a dizer que para a direcção do Benfica o seu maior capital não vale absolutamente nada), na queixa contra Islam Slimani junto do Conselho de Disciplina da Federação, na queixa contra Bruno de Carvalho a propósito do caso dos vouchers e mais recentemente na queixa apresentada contra o Sporting no caso dos empréstimos de Ryan Gauld e André Geraldes.

Como os responsáveis encarnados já se queixaram ou já processaram o Sporting em tudo o que havia para apresentar queixa ou para processar, quais garimpeiros da história, começaram  a desenterrar o passado para ver se encontram novamente ouro. Só agora é que se lembram de ir buscar estes factos da temporada passada quando o eventual lesado, na altura em questão dirigente da FPF, não se deu ao trabalho de agir? Não existe portanto qualquer ingenuidade da parte dos dirigentes do Benfica na escolha do timing de apresentação desta queixa: estamos a duas semanas do acto eleitoral no Sporting e é preciso dar força ao candidato da oposição Pedro Madeira Rodrigues. A estratégia do Benfica passa novamente por colocar Bruno de Carvalho a falar contra o clube da Luz para dar mais ênfase à estratégia de ataque cerrado que Madeira Rodrigues tem feito à comunicação do Sporting quando este refere a comunicação do Sporting passa por “falar dos rivais”. Por outro lado a apresentação desta queixa também apresenta um alcance a longo prazo: se Bruno de Carvalho vencer as eleições, a mais que provável suspensão por 1 ano, deve ser tomada, como um adiantar de trabalho de bastidores da direcção do Benfica para a próxima época.

O que eu não percebo nesta história toda é o seguinte: sendo Rui Gomes da Silva e Pedro Guerra dois avançados da estratégia de comunicação directa de Luis Filipe Vieira, ambos tem manifestado publicamente a ideia de que preferem ter Bruno de Carvalho durante muitos anos na presidência do Sporting porque a sua manutenção na liderança da estrutura leonina é “sinónimo de títulos para o Benfica”. Se é e se o Benfica tem sido mais forte e fora do campo, porque é que a direcção do clube da Luz carrega o presidente do Sporting de processos nas instâncias desportivas e judiciais, ainda para mais, a duas semanas do acto eleitoral? Esta parece-me ser a prova inegável de que os encarnados não querem Bruno de Carvalho na presidência do Sporting e que os soundbytes que os seus avançados de comunicação debitam na televisão não passa de pura hipocrisia.

Comments

  1. escarrador desportivo says:

    O escarrador desportivo de serviço ao Aventar, agora no seu pior.

  2. tá bem tá says:

    lá vem o propagandista do brunito largar parvoíces no aventar. com o mesmo nível de alucinação do saraiva e outros amestrados.

  3. Suponho que te estejas a auto intitular, certo?

  4. É espantoso que sejam os únicos a proteger os árbitros… Será que são por serem competentes de acordo com os parâmetros definidos por Rui Vitória?

  5. Rui Oliveira says:

    Mas o sr pretendia que os dirigentes do Benfica dessem a outra face? De uma forma geral adeptos, dirigentes e comentadores afetos ao Sporting manifestam um ódio visceral ao Benfica festejando as suas derrotas seja qual for o adversário. Quanto a comentadores serão apenas os de Benfica que serão cães de fila e outros como o Eduardo Barroso ou Manuel Serrão exemplos de isenção e moderação.

  6. E os adeptos, dirigentes e comentadores do Benfica não o fazem quando o Sporting perde?
    Cães de fila? Sim. Cães de fila. É o termo correcto e apropriado. Não fosse o Pedro Guerra autor desta notícia aqui há uns anos: http://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/detalhe/20150829_1650_atual_diretor_da_btv_tornou_publico_o_roubo_de_vieira – só um cão de fila pode dizer agora amén a quem um dia denunciou como ladrão.

    • Rui Oliveira says:

      Como benfiquista nos últimos 40 anos não faria outra coisa que não festejar se tivesse o seu ponto de vista. Mas andei muitos desses anos triste porque perdemos muitos campeonatos para o porto. Festejo as vitórias do meu clube e não as derrotas dos outros. O seu alvo devia estar a norte.

      • Rui Oliveira says:

        Como benfiquista nos últimos 40 anos não faria outra coisa que não festejar se tivesse o seu ponto de vista. Mas andei muitos desses anos triste porque perdemos muitos campeonatos para o porto. Festejo as vitórias do meu clube e não as derrotas dos outros. O seu alvo devia estar a norte.

        • O meu ponto de vista? O seu clube passa a vida a festejar títulos mas continua obcecado em tentar destruir o rival, que por sua vez, não os festeja regularmente há anos…E o meu argumento comprova-o, senão veja a quantidade de queixas e processos que o seu clube já apresentou nas últimas duas temporadas contra o meu ou contra dirigentes do meu nas mais diversas instituições e fóruns…

  7. Rui Oliveira says:

    Relativamente ao sr Pedro guerra não o tenho em grande conta, basta para isso o facto de aceitar integrar um painel com dois comentadores que roçam a demência. Revejo-me sim num comentador como o João governo. Não percebo a importância que dão ao Pedro. A irracionalidade da clubite.

  8. db@db.pt says:

    Agora que os nossos amigos sportinguistas estão afastados do choradinho do campeonato tempos que aturar a ladainha dos processos e das eleições infiltradas por espiões lampiónicos. Cruel universo este que se move permanentemente contra o grande SCP, o eterno campeão. Veja-se este exemplo que nos traz o Sr. Branco: o SCP, coitado, sossegado no seu canto, sem fazer mal a ninguém, inocentes que nem anjos a tocar harpa, foram violentados por esses lampiões dos processos. Só é pena que no meio de tanto lero-lero o Sr. Branco não tenha enumerado as participações que o SCP tem feito contra o Benfica, por exemplo, ainda recentemente contra o treinador. Aliás, não se preocupe com este tipo de insinuações e participações que só servem para animar jornais e fanáticos: nada chegará perto da tenebrosa propaganda que foi feita o ano passado contra um miúdo de 18 anos.

    • Curiosamente, esse tipo de insinuações foram as que os comentadores afectos ao teu clube usaram como justificação principal para o título do Benfica na temporada passada. Ouvi repetida e reiteradamente da boca dos comentadores afectos ao teu clube a ideia de que as bocas do Bruno de Carvalho uniram toda a família benfiquista. Quando as insinuações são feitas de acordo com os vossos interesses, tem o devido destaque e a devida serventia. Quando as insinuações são feitas contra vós, aqui D´el Rei que ninguém as pode fazer!
      As participações visaram tentar condicionar um jogador e um treinador ao longo de uma temporada inteira.

      Propaganda contra um miúdo de 18 anos? Estarás porventura esquecido que a maior propaganda feita “contra” esse miúdo foram as inúmeras primeiras páginas feitas com a imagem desse miúdo pelos jornais portugueses? Não tenho a menor dúvida que foi uma enorme campanha! Mas foi uma campanha que visava vendê-lo pelos valores pelos quais foi vendido! Agora, o miúdo, é suplente e já ninguém quer saber dele. Como tal, já ninguém faz primeiras páginas sobre ele.

      Também me sinto à vontade para dizer que os processos movidos pelo Sporting contra o Benfica nestas últimas duas temporadas ainda não chegaram a metade dos que foram movidos pelo Benfica contra o Sporting. Quem é que mandou o Rui Vitória aparecer na conferências de imprensa quando já estava automaticamente suspenso? Aconteceu exactamente o mesmo ao Jorge Jesus umas semanas antes. E quem é que moveu o processo nesse caso concreto? Pois…

      • db@db.pt says:

        Caro Sr. Branco, mas alguém disse que as acções do SCP não uniram o plantel e os adeptos do Benfica na época passada? Não me lembro de ter dito o contrário pelo que não percebo o que está a contra-argumentar.

        A quem é que se refere quando fala de um jogador condicionado uma temporada inteira? Será aquele que foi suspenso no verão?

        Vejo que gosta de desconversar e já vai no Bayern. O que os comentadores afectos ao SCP fizeram o ano passado de forma concertada, alguns deles ex-jogadores de futebol (deviam ter vergonha na cara…), foi do mais ignóbil que se fez no futebol português nos últimos anos. Atacar um rapaz de 18 anos que está a aparecer e colocar em causa a sua idade, aproveitando o preconceito da cor da pele, só mesmo vindo de gente sem qualquer dignidade. Nem vale a pena lembrar esse triste espectáculo. Quanto à outra campanha de que fala, deve ter sido por isso que o Renato Sanches foi considerado o melhor jogador jovem do europeu. E já agora, acredita mesmo que o Bayern contrata jogadores por aparecerem muito ou pouco na capa da A’Bola ou gosta só de dizer umas coisas?

        Quem é que mandou o Rui Vitória aparecer na conferência de impressa? Partido desse pressuposto… Quem é que mandou o BC e OM dizerem o que disseram? A questão não é se o Rui Vitória podia ou não estar presente na flash. A questão é que ninguém participou a situação (nem o Porto…) a não ser o SCP.

  9. Suspenso no verão mas condicionado durante uma época inteira pelo processo movido pelo teu clube, pelas insinuações do teu clube, dos teus adeptos e da imprensa afecta ao teu clube. Ou achas que um jogador nessas condições não pensa no assunto e isso não lhe afecta o rendimento? Na maior parte dos jogadores, essas questões afectam-lhe claramente o rendimento. Para além do mais, a possibilidade de suspensão que pendeu sobre a cabeça do jogador obrigou o Sporting a ter que ir à pressa ao mercado obter um jogador com as mesmas características para precaver uma eventual suspensão por um período considerável do seu jogador, o que não estava nos planos do Sporting na altura.

    A campanha existiu não a posso negar. E não foram só os comentadores do clube. Tenho que dar a mão à palmatória. Essa campanha também foi realizada pelos dirigentes do meu clube. Quanto ao prémio de melhor jogador jovem do europeu, bem, esse prémio é subjectivo para mim. Os que lhe atribuíram o prémio assim o fizeram por crer ser mais justo dadas as exibições que o dito fez. Eu cá acho que o melhor jogador jovem do Europeu pela preponderância que teve no triunfo da selecção foi o Raphael Guerreiro (22 de Dezembro de 1993; só podiam ser elegíveis os jogadores nascidos após 1 de Janeiro de 1994) mas como ele não poderia ser elegível…

    O Bayern também contrata os jogadores que certos empresários lhe vendem. Por isso é que o jogador contratado tem jogado muito pouco nos últimos meses. Desconfio até que no final do ano, abrem-lhe a porta de saída. Não te esqueças que os alemães não suportam flops. Quando um clube alemão contrata um jogador por 35 milhões, eles tem que ter a certeza que esse jogador pega de estaca no onze, o que efectivamente não está a acontecer.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s