Reféns da nossa irrelevância militar

GF

Quase 30 anos depois do fim da Guerra Fria, o palerma americano e o czar russo entretêm-se a rasgar contratos de não proliferação e a falar abertamente sobre a instalação de mísseis na Europa, como quem fala de um corte numa prestação social. E nós aqui no meio, reféns da na nossa irrelevância militar, a ser tomados de assalto por fascistas apoiados pelos dois.

Onde é que estavas em 1983?

Onde é que estavas em 1983, é a questão que se pode colocar quando a conversa se inclinar para o lado apocalíptico.

No dia 26 de Setembro de 1983, Stanislav Petrov estava no lugar certo à hora certa. Tivesse sido outro e talvez não estivéssemos aqui. Nesse dia, um satélite espião soviético confundiu um reflexo solar em nuvens de elevada altitude com a assinatura térmica de seis mísseis a serem lançados a partir dos EUA. De acordo com o procedimento militar soviético, Petrov devia ter avisado a cadeia de comando, a qual, possivelmente, teria lançado todos os mísseis soviéticos como retaliação.

“Tinha todos os dados [a sugerirem que estava a decorrer um ataque com mísseis]. Se eu tivesse enviado o meu relatório à cadeia de comando, ninguém teria dito uma palavra contra ele “, disse Petrov numa entrevista à BBC, em 2013. “Apenas tinha que me dirigir ao telefone para ligar directamente aos comandantes de topo, mas não me conseguia mexer. Sentia-me como estando sentado numa frigideira quente”. [Read more…]

Guerra civil, guerra fria, guerra santa

A guerra na Síria explicada em 5 minutos(*).
[Le Monde/Legendado pela Plataforma de Apoio aos Refugiados]
(*) com números desactualizados
guerra_síria

Aconteceu há 45 anos

Em memória das vítimas…