Na Madeira já se sabia que ia acontecer, e aconteceu

Também sou dos que acha não ser quando se enterram as vítimas a melhor altura para discutir porque morreram. Não é um momento de serenidade. O problema é que em relação à tragédia que ocorreu na Madeira esta reportagem tem dois anos. E era antes que se devia ter discutido o problema. Em democracia claro, regime que um dia também chegará à Madeira.

via Spectrum

Comments

  1. Luis Moreira says:

    O que não há dúvida é que o que se tira às ribeiras elas voltam e vão buscar. A água tem que chegar ao mar, e com betão nas linhas d’água é dificil não transbordar. Quem lá vai é talvez a primeira impressão com que fica. A serra está esventrada uma e outra vez…

  2. Iscas says:

    Não sei porque não se pode discutir durante o “período de luto” mas pode-se não decretar “estado de calamidade” para safar os amigos hoteleiros de terem prejuízos com o cancelamento das reservas… Onde está a moral afinal?

  3. maria monteiro says:

    parece que a moral mora ao lado… e assim também o dinheiro vai chegar a uns e as condolências a outros

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.