6 Milhões de benfiquistas? – Quero a lista

A mentira, sucessivamente repetida, acaba por transformar-se em verdade; é a conclusão que extraio da mensagem propagandística do Benfica ser o maior clube do Mundo, sustentada no argumento de contar com 6 milhões de adeptos e propalada incessantemente por Luís Filipe Vieira e fiéis seguidores da religião encarnada.

Reagi sempre com desconfiança a este tipo de propaganda, mas, diga-se também, nunca encarei o exagero com especial preocupação; ainda mais sendo sócio do Belenenses, clube em vias de extinção. Ao contrário do que pode pensar-se, não sofro pelo meu clube um desgosto insanável. São as fatalidades da vida e do mundo actual, futebol incluído, com as quais tenho de conformar-me.

Regressemos, pois, ao tema Benfica. Hoje, notícias que focam a dimensão de clubes de futebol, a nível mundial, avivaram-me na memória a propaganda centrada nos tais 6 milhões de benfiquistas, número bem redondo e que serve de argumento à classificação do Benfica como o maior clube do planeta – e arredores, acrescento eu.

Com efeito, a Delloite através de relatório anual acaba de divulgar a lista dos 20 maiores clubes do mundo em termos de receita, Money Football League , onde, naturalmente, deveria constar o Benfica – as receitas, penso eu, são função do número de adeptos, sucessos desportivos e dos ‘cachets’ televisivos baseados em indicadores de audiência. “Cadê o Benfica?”, interroguei-me ao constatar que o glorioso não constava da lista – o Real Madrid é o líder e o modesto Newcastle ocupa o 20.º e último lugar da lista. Se questionasse o Ricardo Araújo Pereira, ele certamente me explicaria que a omissão se deve ao incêndio propagado a partir da ‘chama imensa’ que eliminou o Benfica da lista; e acrescentaria que o desastre teve como origem a falta de actuação oportuna, interessada e eficaz dos bombeiros – o comandante é do F.C. do Porto e o 2.º comandante um sportinguista ferrenho. Nada fizeram para impedir o sinistro total.

Inspirado no artigo ‘Listas de Listas’, da revista ‘LER’ de Fevereiro, em que Francisco Belard trata de forma soberba e sarcástica o tema das listas – telefónicas, de espera de hospitais e aviões, de compras de supermercado, de casamento, de filmes para ver, de programas de TV e por aí fora – eu julgo ter também o direito de pedir a lista completa dos 6 milhões de benfiquistas, com os nomes, moradas, géneros e idades. Estou a exercer um direito constitucional, o direito de acesso à informação pública. Mas, pensando melhor e devido ao tão português comodismo, coloco o pedido em suspenso.

A terminar apenas um aparte, dito em segredo, não vá a CMVM ouvir. Também a imprensa de hoje, Jornal de Negócios por exemplo, notícia que o passivo das SAD’s dos três grandes, Benfica, F. C. do Porto e Sporting, atinge um valor acumulado de 632 milhões de euros. Bolas! são grandes em tudo.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Carlos, se 80% dos Dragões são benfiquistas, projectando….

  2. Carlos Fonseca says:

    Luís, pois é só com projecções e estimativas, mas deste tipo não sou especialista. Vou falar com o Sócrates a ver se ele me desenrrasca.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.