Trocar apoios sociais por salários

Se uma empresa tem condições para continuar a laborar, ou se após investimentos tem condições de estar no mercado, porque não a Segurança Social apoiar nessas vertentes em vez de pagar a desempregados?

Só tem vantagens. Desde logo porque não fica mais caro ao Estado, depois porque permite que a empresa se adapte e se torne competitiva, e não de menos importância tira às pessoas essa sensação de inutilidade de quem está desempregado.

Claro que isto tinha que ser com conta, pois não se pode de maneira nenhuma estar a conceder apoios a empresas que sempre viveram a pagarem salários de miséria e o mesmo para as que não têm mercado ou foram ultrapassadas por novos produtos e estão absoletas.

A flexisegurança ( permitir que os empregados transitem entre a empresa e a Segurança Social) que é uma medida que vai na esteira da que estamos a tratar, embora não sendo a mesma, tem contribuído bastante para que os Estados do norte da Europa se defendam bem desta crise que está longe de acabar e que vai gerar ainda mais desemprego.

As vantagens são evidentes em termos de produção e sociais ! E com o desemprego acima dos 10% vamos ter violência e problemas sociais se nada se fizer para tirar as pessoas das tabernas e dos bancos dos jardins.

Comments


  1. Eu acho que o Governo tão fiscalizador e prepotente para com os mais fracos, devia criar condições para poder fiscalizar as empresas e de certa forma “condicionar” a criação de empresas que não tivessem à partida “pernas para andar”. Pois o que acontece é que qualquer cidadão vai ás finanças, colecta-se e abre uma empresa, sem ter, a maior parte das vezes nenhuma noção de como se deve gerir um negócio e sobretudo gerir pessoas. A liberdade deve implicar responsabilidade, e o que vemos é um atropelo aos mais elementares direitos humanos, quando se “obriga” um trabalhador a cumprir 10 e 12 horas de trabalho por um salário miserável, tendo sempre como horizonte, a ameaça da não renovação do contrato se não se submeter a essa escravatura…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.