A CGD "esquemática"!

Havia um esquema fraudulento do conhecimento de dois vice-governadores que envolvia 800 contas fícticias, com a participação de empresários e clientes, com vista a conceder créditos para a aquisição de acções da REN, da Galp e da Martifer. Agora andam a empurrar responsabilidades para a cadeia hierárquica, directores e responsáveis de agência. Produto de investigação da CMVM.

A mesma CGD que  ajudou  o Governo a entrar no BCP, que fez os negócios “Finos” para influenciar o quadro accionista da Cimpor, emprestando dinheiro com garantia das próprias acções e garantindo os prejuízos se os houvesse, como houve em menos-valias em bolsa.

A CGD que deveria apoiar as PMEs, concedendo empréstimos favoráveis a quem produz e exporta, e participar com capital de risco para criar e desenvolver novas empresas, anda nisto, nos esquemas dos negócios de casino.

Comments

  1. António Soares says:

    Coitado Do Ministro das finanças…que não sabia nada disso!!!Isto está podre,e já tem cheiro…

  2. Alberto says:

    Aqueles pórticos das scuts davam um jeitão.
    Aos três de cada lado e de cada vez, era uma lição.
    Há muitos para a receber mas ninguém está disposto a dá-la.

  3. graça dias says:

    concordo, plenamente consigo alberto

  4. Luis Moreira says:

    Mas o banco do Estado andar nestas manigâncias é que não cabe na cabeça de ninguem…


  5. Razões para o Estado não estar metido nos negócios.

  6. maria monteiro says:

    para dar o exemplo metiam-se todos no Campo Pequeno a pão e água

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar, Justiça em Portugal, Justiça em Portugal, Justiça em Portugal, miguel b and others. miguel b said: RT @aventar: A CGD “esquemática”!: Havia um esquema fraudulento do conhecimento de dois vice-governadores que envolvia 800 cont… http://bit.ly/ckYPOK […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.