Uma bem conhecida lição


Com a crise do Egipto aprendemos uma coisa: nos americanos não se pode confiar.