Líbia: a solução passará pelo Egipto?

Depois de a Liga Árabe ter avançado com a zona de exclusão aérea, desenha-se agora uma intervenção militar terrestre do Egipto.

É uma boa solução. Os militares egípcios gozam, por enquanto, de boa fama, pela sua não intervenção contra os manifestantes no Cairo.

E alguém tem de travar o canalha gadafiana, que esmaga o seu próprio povo em armas.

Por outro lado o maior país árabe coloca-se deste modo como seguro de vida das revoltas árabes, e para os lados sauditas não devem achar muita graça à ideia.

Não gosto de intromissões estrangeiras num país soberano, mas há excepções. Tal como em Timor, ocupado, eu sei, na Líbia, onde o regime se defende com mercenários estrangeiros, é a desproporção de forças entre o povo, mal armado e sem treino militar, e a canalha que tem gasto o petróleo para seu proveito próprio. Espero que venha o dia em que o petróleo líbio seja mesmo dos líbios, todos.

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.