E agora sobre o dia de hoje e sua importância na História pátria

Reparei ao jantar ter hoje tomado posse o novo conselho executivo da troika.

Ando mesmo distraído, por causa do Abramovitch e da legitimidade de o FC Porto receber mais 15 milhões da máfia russa, agora percebo porque deu ao meu caro colega Carlos Garcez Osório para logo de manhã meter aqui o Sérgio Godinho, e aquela cantiga que já desafinei algumas vezes em duo ao pequeno-almoço, convencidos que estávamos de termos encontrado o amor das nossas vidas, depois correu mal, c’est la vie como se dizia antes de Guterres ter traduzido, mas tenho de discordar do Carlos, não foi o primeiro mas sim o último dia da vida executiva do pior primeiro-ministro que tive o desprazer de combater politicamente, isto desinclui Salazar, entenda-se, mas contabiliza Marcelo Caetano, um fascista asseado, convenhamos, e lá sorri, sempre é mais uma data importante na História do meu país que tive o privilégio de viver, em jeito de comemoração, nope, nem tinha vinho decente cá em casa para abrir nem seria o mais adequado, decidi que, salvo motivo de força muito maior e bastante grande, considero Pedro Passos Coelho em estado de graça, agradeço-lhe por este dia bendito, e juro não escrever nem uma linha que o admoeste, isto até ao S. Pedro, claro, que a vida é assim, e como gosta muito de castelhanizar um nosso comum amigo ¿hay gobiernosoy contra, amen.

Post Scriptum: o choque tecnológico simplex fracassou, está visto, quando é que os ministros começam a tomar posse do cargo com assinatura digital?