Ao pessoal do esselebê que anda muito excitado nas últimas 24 horas

Eu compreendo: quem ganha campeonatos nos túneis e os perde humilhado em campo está condenado à excitaçãozinha. Vender um treinador por 15 milhões, além do contributo para a balança de exportações, não está ao alcance de qualquer um.

Já agora, porque será que o Jesus não tem mercado (e bem precisais, mas no vosso caso não é pelo dinheiro)?

É pena que este ano não nos encontremos já na Supertaça. E é significativo que quem há um ano gozava com a escolha de André Villas-Boas para treinador do FC Porto (numa coisa tinham razão, só se aguentou um ano), tente agora curar a azia permanente desta forma. O André que se divirta na Pérfida Albion, espero que ganhe pelo menos uma taça. O Vítor Pereira já conhece a casa, sabe o que tem a fazer, espero que tenha uma boa cláusula de rescisão no contrato. Para o ano vai ser precisa.

Actualização: Já se sabe quanto vai um clube qualquer pagar para o ano pelo Vítor Pereira – 18 milhões. Acho pouco. 2o milhões sempre era um número mais redondo.

Comments

  1. ruddion says:

    A perda 6 pontos e as escutas telefónicas dizem-lhe alguma coisa?


    • Aquele processo que agora foi anulado em tribunal? por acaso diz, bastantes coisas. Está a falar de que escutas? aquelas que levaram a judiciária um dia destes à Luz? ainda não dizem, mas vão dizer um dia destes. Vai ser um aí jesus roberto…

      • Lawrence says:

        Vai ser um ai jesus roberto que não foi para ganhar campeonatos!
        Provávelmente para pagar comissões. A quem? a judite que descubra!
        Sobre túneis, pergunte-se ao Octávio Machado se ele conhece alguns.
        Por acaso, há mais túneis para os arrabaldes de contumil do que noutro ponto do país!
        E também um ponto muito importante no processo do, como diz, jesus roberto, e que noutro processo fez jurisprudência, é que as escutas não são válidas!

  2. miguel dias says:

    É preciso sublinhar, diria mesmo frisar, que o autor deste post esteve (está) preocupado com o guarda redes do Benfica (por sinal um frangueiro) Escreveu não um mas múltiplas postas de pescadas a propósito, a raiar o enjoo e nojo, repetida e exaustivamente.
    E depois tem a definitiva lata de perguntar porque é que o Jesus não tem mercado. Mercado?! Túneis!? Foda-se não há por aí quem ensine este senhor o que é bola?


    • Vossa exceljumência, deus aperdoe aos asnídeos que são animais de bem, continua convencido que o sol se nasce e desnasce da terra em seu movimento, e pior ainda, que ganhou um campeonato a jogar à bola. São cousas que me ultrapassam, mas sempre lhe recomendo a leitura de um manual de astronomia, que os de astrologia andam ligeiramente desfazados do cosmos tal como ele é.
      (escrevi cosmos, sim, se me vens com a agência de viagens mando-te já um pneu para cima. sem ar)

  3. Ricardo says:

    Incendiário

  4. Ricardo says:

    A tática desvendada: posts destes servem para alimentar uma guerra Benfica-Porto no pressuposto que tal guerra é benéfica, e de facto tem sido, ao FCP. Por tal, tal comportamento. Estamos perante um perfeito exemplo de os fins justificam os meios. Meios que eu abstenho-me de qualificar para não cair na mais profunda ofensa que é o que tais elementos merecem.

    Não há aura de fundo que salve a sua dignidade. Posts destes são de uma indignidade cósmica e cómica.

    Posts destes ajudam às bolas de golf nos estádios, ao arremesso de cadeiras e a bastonadas em homens, mulheres e crianças, independentemente da cor de quem pratica tais actos.

    Eu faço um apelo aos benfiquistas para ignorarem estas provocações talibânicas, por uma razão muito simples. Esta guerra só aproveita ao FCP pelas simples razão do complexo de inferioridade que alimenta o tal ódio: a capital, o centralismo, o Benfica ter mais adeptos, levar mais gente ao estádio, etc. Como nós benfiquistas sofremos de complexo de superioridade pelas mesmas razões, não recebemos motivação de ódio.

    Essa motivação de ódio está do lado do FCP que tem-na usado com eficácia. Daí a razão destes posts para atiçar o conflito.

    Na verdade, posts destes, que atiçam ódios, são graves e não sei até que ponto não serão merecedores de uma análise atenta a um nível jurídico.

  5. Ricardo says:

    Claro que você já estava à espera de resposta, e aqui vai:

    Que mais posso eu dizer. Por favor, peço-lhe humildemente que pare com esses posts. Não percebe que têm consequências más? A claque do Benfica tem verylights apontados à claque do Porto e você tem os verylights apontados ao futebol português. Você é responsável pelos seus actos. Ou será que você não se distingue desses vândalos?


    • Importa-se de ir explicar isso ao povo benfiquista que anda a comemorar uma mudança de treinador de um adversário como se tivesse ganho um taça? Ou ainda não entendeu que este texto é apenas uma resposta a isso?

      De resto, bola é bola, não vale mais do que qualquer outro entretenimento.

      • Ricardo says:

        Ninguém anda a comemorar nada. Só se comemora no fim.

        Se bola é bola, não vale mais que um entretenimento então não a torne uma guerra, para logo a seguir dizer que é só bola…

        Mas pode estar descansado que eu farei tudo desmontar a sua tática. Farei tudo para apagar os seus incêndios. Estou de olho em si meu caro e belíssimo.

      • miguel dias says:

        Ó diabo, afinal foi por isso que abri o champagne (repara como escrevi champagne). E eu a pensar que era apenas um alcoólatra. Bem venha mais outra porque tudo isto me faz lembrar aquele clube que comemora uma taça como se tivesse ganho ao Benfica.
        (foda-se vou ligar o gerador!)


      • Quem é que não entendeu o quê?
        Mas eu ainda não passei de cadeiras de sonho e por estes lados já vai em verylights, azias e outras coisas ácidas.
        Além disso, notícias frescas noticiam-se, não se comemoram por dá cá aquele cachecol. Mas parece que há quem ande ainda a comemorar um vetusto video.


      • Quem é que não entendeu o quê?
        Mas eu ainda não passei de cadeiras de sonho e por estes lados já vai em verylights, azias e outras coisas ácidas.
        Além disso, notícias frescas noticiam-se, não se comemoram por dá cá aquele cachecol. Mas parece que há quem ande ainda a comemorar um vetusto video.


  6. O treinador do FCPORTO foi protagonista de uma transferencia record no que toca a treinadores. O FCPORTO encaixou muito dinheiro e o seu nome está novamente batido em todos os jornais desportivos europeus (senão mundiais). Ainda por cima, parece que já escolheram um treinador à altura (sem ironias), e o amigo faz um post sobre isso indo buscar o…….benfica???

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.