E porque precisam eles do BPN?

Para salvaguardar os “empréstimos” concedidos aos amigos, por exemplo:

Domingos Duarte Lima deve ao BPN 700 mil contos (cerca de três milhões e meio de euros), relativos a um empréstimo que contraiu junto do banco a 5 de Abril de 2001. A quantia faz parte do ‘buraco’ da instituição financeira, sendo que, dois anos após a sua nacionalização, a administração ainda não accionou a dívida. Sol

Adivinhem quem vai pagar?

 O presidente do BIC Portugal disse ainda que não aceitaram todo o crédito mal parado do BPN, apenas parte, mas ficaram com os depósitos do banco. RR

Adenda: sobre o processo BPN, este depoimento é muito esclarecedor:

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    Lá está, o banco nunca devia ter sido nacionalizado. O Fundo de Garantia dos Depósitos (que até passou para 50 mil euros…. http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1023294 ) seria posto a funcionar para os depositantes e quem andou a brincar com o dinheiro ficava a arder.


  2. É um negócio fabuloso. Os encargos com os despedimentos e a recapitalização do banco (550 milhões) ficam a cargo do Zé. Se aquilo der lucro até vos damos 20%.
    É um arrumar para debaixo do tapete dos legados de Sócrates e do Cavaquismo de uma vassourada só. E assim não se mexem nos esqueletos que estão no armário que é onde devem estar, a bem da alternância no pote…


  3. POLITIQUEIROS E BANQUEIROS É TUDO A MESMA CAMBADA. QUANDO É QUE VEMOS UMA BOA DÚZIA DELES NA CADEIA ?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.