Estátua ao Emigrante

Estação de Lisboa Santa Apolónia, versão Kaos.

Comments

  1. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Emigrante que não trouxe dinheiro como todo o emigrante que se preza e ama o local onde nasceu e, pelo contrário, veio sacá-lo não importa a quem que o ganhou e construíu o país e não satisfeito deu o que não lhe pertencia aos seus amigos chegados que com ele vampirizam e tiram riqueza e dignidade a um povo inteiro – nem sequer é emigrante – não tem dignidade para tanto – não tem nada de seu – o que tem é sacado à má fila – devia ser posto na rua e fora do país para saber o que é ser digno e patriota – de pátria e nã de apátrida


  2. O problema com a emigração é que saem os que faziam cá mais falta (os nossos melhores) e ficam os que deviam sair…Foi assim nos anos 60 e 70, está assim outra vez…

    Quanto à estátua representada na figura, não existem pombos suficientes…

Trackbacks


  1. […] Nova Diáspora Portuguesa – Emigrar no Séc. XXI” é o tema de uma conferência apadrinhada por Passos […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.