Recordes e mentiras

Batemos todos os dias recordes de culpa, de medo e vergonha. Sentimentos de culpa inculcados por responsáveis sem vergonha, que continuam a repetir a ladainha de que “os portugueses viveram acima das suas possibilidades” e de que somos os culpados de todos os males que nos afligem. (…) Como é possível que tantos continuem a acreditar nas mentiras de tão poucos, que tantos continuem dispostos a vender os seus primogénitos para enriquecer os mais ricos dos ricos?

A ler, com urgência, o José Vítor Malheiros.

Comments

  1. Céu Mota says:

    è uma vergonha. Culpa, medo e vergonha… Não somos os responsáveis por esta situação para onde nos empurraram à força. Obrigada João pelo texto que ainda não conhecia e que vale a pena ser lido

  2. mea culpa mea culpa mea maxima culpa miserere dominus meo ….(Box) says:

    Não somos os responsáveis por esta situação para onde nos empurraram à força….os responsáveis são eles…os mações que nos maçaram as élites que nos gastaram
    os créditos que nos impingiram…as viagens ao egiptus e às maldivas que nos obrigaram a consumir
    o BMW trocado de 4 em 4 anos e o computador de 3 em 3
    e o Ipad Iphod Irak Iran Irun nós fomos obrigados

    a culpa é deles e daqueles que pouparam e nada gozaram nestes anos de forróbodó

    admito-o claramente mea culpa mea culpa mea maxima culpa

  3. MAGRIÇO says:

    “O grande drama dos países pobres é que só geram ricos”:

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.