Afinal parece que há alternativas

E o caminho não é vender tudo aos privados.

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Saldar o país

Trackbacks

  1. […] Marcelo o que sempre disse e que está em linha com a verdade. E, mais significativo, aponta a Argentina como uma possibilidade. Lá, na América do Sul, perceberam ao fim de muito tempo (demasiado!) que […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.