Deve ser verdade…

“Máfias” dificultam alteração das regras de acesso dos táxis ao aeroporto de Lisboa

Por exemplo, nunca percebi porque é que só se começou a falar a sério do metro chegar ao aeroporto depois de se ter decidido pelo respectivo fecho. Deviam ser as máfias a conspirar.

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    Os requisitos passam pela apresentação do taxista e do veículo: “O carro deve ser limpo, ter um determinado número de anos e ar condicionado. O motorista não deve ter mangas à cava, chinelos de dedo e calções que deixam as pernas à mostra”, disse ao PÚBLICO o presidente da Federação Portuguesa do Táxi, Carlos Ramos, no início de Março.

    E deve ter bombons no carro para oferecer, como no anúncio. E tem que ser homem, pelo menos pela descrição da indumentária assim parece. Quanto ao carro, sendo óbvia a questão da limpeza, já quanto à idade do veículo, ao que parece não chega ter passado na inspecção. É caso para perguntar para que serve ela então.

    De cada vez que deparo com estas coisas interrogo-me se os servidores do estado que definem regras destas com este nível de detalhe não terão mais com que se ocupar. E concluo que não, daí me parecer que estes lugares não produtivos deviam ser extintos. Porque convenhamos, o dinheiro vem todo do mesmo lado e não estica.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.