Ditosa pátria que tais ladrões tem

Helena Roseta contou um caso ocorrido com Miguel Relvas que tresanda a tráfico de influência. E, pasme-se, é uma farisaica arquitecta que gosta do protagonismo.

Já Domingos Nóvoa, quando denunciado por Sá Fernandes, virou a acusação contra o acusador. Percebe-se por estas reacções, sem pejo em defender um ministro mentiroso e corrupto, o que  aconteceu nos tribunais. Em Portugal corrupção é mera cunha, fazem todos, deixa-se andar, aponta-se o dedo a quem denuncia, e daqui a meia-hora estão a dizer mal da Grécia, essa sim, a pátria das poucas vergonhas.

E o Ministério Público, dorme aonde?

Comments

  1. Fernando says:

    E depois são estes hipócriatas os sérios!


  2. Esta mulher ainda não foi presa?
    Nem Relvas nem Passos Coelho ainda trataram de exigir rápido e exemplar castigo para este crime de difamação?
    Eu sei que Relvas ainda recentemente demonstrou a sua bondade ao magnanimamente perdoar as recentes difamações de que foi vítima no “affaire” Público, mas a “paciência” de um homem tem que ter limites, mais a mais quando, com uma única calúnia, se difama um ministro e o primeiro ministro de Portugal.
    A não ser que…

  3. maria celeste ramos says:

    Tapa-me a mim que eu tapo-te a ti – aprendi há uns tempinhos – e fiquei triste com a descoberta pois que me xatiava olhar para o lado que “recusava” –
    Não sei se oiço Zeca Medeiros na entrevista da RTP2-programa Bairro Alto de que gosto muito – vou mas é jantar antes de desfaleça


  4. bolas numa terra de gatunos, parece mal afinfar na concorrência vôvô metralha difama a são?
    já não há honra entre as famiglia…é triste

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.