Crato incompetente, brincalhão ou eficaz?

Não é fácil escrever sobre Nuno Crato.

As teorias comuns trazidas para os lugares televisivos do Medina Carreira levaram Nuno Crato, divulgador de Ciência, para um campo demagógico e mediático que permitiram a Nuno Crato, Ministro, ser uma coisa próxima do Ministro que todos queriam ter.

Tive sempre algumas dúvidas em relação aos comentadores que dizem o que “todos” querem ouvir e muitas mais ainda quando dizem, sobre o ensino da matemática, o contrário do que me mostra a experiência com os alunos.

Mas, isto tudo, para dizer que chego a esta altura sem qualquer tipo de desilusão. E por uma razão simples  – em relação ao Ministro Crato nunca tive qualquer tipo de ilusão.

E para levar o post do terreno da opinião para o pântano dos factos:

– o ano letivo terminou e ainda não se conhece o calendário escolar do próximo ano. Como é que se pode preparar um ano letivo, o próximo, sem o seu elemento mais estruturador?

– o ano letivo terminou, temos um para preparar e ainda não sabemos que disciplinas, nem tão pouco como se vão organizar (tempos, cargas horárias, semanais). Será que o MEC vai demorar muito tempo a divulgar este documento?

– as escolas ainda não sabem qual vai ser a oferta formativa que vão ter para o próximo ano. Temos alunos que não fizeram exames do 9º ano na expectativa de entrarem em cursos que agora as escolas não vão oferecer. O que vai acontecer a estes alunos?

Qualquer empresa faz um plano de trabalho a meses, a anos… Esta Mega- Empresa, o Ministério da Educação que é a “maior” empresa do país, despede pessoas que precisa, corta cursos que os alunos querem, deixa no vazio decisões que são urgentes…

E poderia trazer para cima da mesa mais exemplos, mas prefiro pensar por agora que não se trata nem de incompetência, nem de brincadeira: Nuno Crato está a fazer bem o seu trabalho de levar para o Privado os poucos portugueses que têm dinheiro para o fazer.

Eficaz. Sem dúvida.

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Que triste país o dos governantes – cada vez mais triste e POBRE
    De gente que nem sequer é triste – nunca apesar da “fama”
    Como se prescinde de governantes que só sabem desestruturar a parte que sempre esteve bem e acrescenta mais anormalidades – teriam sido “alunos” – teriam aprendido algo ?? então como são ministros tão desmemoriados e expert na destruição mais fatal para um país que é a formação e desenvolvimento do paensamento e dos saberes e da consciência mesmo que os analfabetos e iletrados sejam inteligentes e sábios mas para nada contam ?? como +e que a CIDADE se aliena dela se “escolhem” os eleitos a governar burros e inteligentes ?? Porque se foge do país sem ser apenas por falta de emprego que afinal, depende e muito, destes inteligentes “cratos” ???

  2. O MEC é o espelho da governação sem horizonte. (talvez poupar uns € e diminuir a escola pública) A qualidade do ensino na sua generalidade não interessa nada. Pretende-se assim salvar o estilo de vida de elites que o povo deve servir sem fazer ondas e de preferência enquadrado no seio sindical. A escola que realmente interessa é a partidária e empresarial de onde saem os futuros lideres da nação. Aos restantes resta-lhes emigrar ou submeter-se empobrecendo.

  3. joão says:

    Há quem, na blogosfera da educação, lhe tenha chamado “pragmático”.

    Um mimo!

    LOL

  4. joão says:

    Aliás, temos uma governação repleta de “pragmáticos”

    E poderíamos fazer um brainstorming – ele pode haver os pragmáticos-pragmáticos, os pragmáticos-coerentes, os pragmáticos-incoerentes, os pragmáticos- tout court, os pré-pragmáticos, os pós-pragmáticos, retro-pragmáticos e depois há os cromos que acham que o Nuno Crato é um gajo pragmático em plano inclinado para a falta de coerência.

    E fico com esta dúvida: o que é um pragmático coerente e um pragmático nem tanto?

  5. joão says:
  6. diz-se teso…como o min misteryum educativus

    quanto ao ano letivo olha que andas com pouca memória já houve peores
    e até no ensino superior nos anos 90 ou fim dos anos 80 em que entraram um mês depois da normalidade

    e a normalidade nesses tempos eram entre 20 de setembro e 15 de Outubro…
    e e…substituições de 3 em 3 meses
    peor peor só nos anos 70…75 76 77 79…80 foi o ano em que puseram a ecologia como disciplina do secundário
    juntamente com Saúde (noções básicas começadas em 1978, creio e …etc

    logo anos anómalos é o que mais houve…oh mat’s

  7. Pedro Marques says:

    E está a fazer-vos crer que usar o novo acordo ortográfico é uma coisa boa, e que vale a pena!

  8. SÓ CONHECE O GABINETE says:

    AINDA TEM A POUCA VERGONHA DE DIZER QUE HÁ POUCOS ERROS E TUDO SE VAI RESOLVER.. É UM INCOMPETENTE DECLARADO. PROVA PERANTE NÓS QUE NÃO SABE NADA NO TERRENO. HÁ PROFESSORES SEVERAMENTE PREJUDICADOS,JÁ A DAR AULAS,QUE NÃO HÁ NADA A FAZER,SE NÃO SÃO OS PAIS E ALUNOS MAIS UMA VEZ PREJUDICADOS,POIS JÁ FIZERAM REUNIÕES E JÁ SE CONHECEM. JÁ COM AULAS NÃO FAZ QUALQUER SENTIDO MUDAR PARA A ESCOLA QUE O PROFESSOR GOSTARIA DE ESTAR SE NÃO FOSSE A INCOMPETÊNCIA DE CRATO. NÃO DEU INFORMAÇÕES NENHUMAS ÁS ESCOLAS NEM AOS PROFESSORES. INSCREVERAM-SE NO ESCURO SEM SABER COM QUE BASES. POIS CRATO E MINISTERIO DE EDUCAÇÃO NÃO RESPONDIAM AOS CONSELHOS DIRETIVOS E AOS PROFESSORES,NEM O TELEFONE ATENDIAM. NINGUEM SABIA COMO PREENCHER OS DOCUMENTOS OU DESISTIR POR FALTA DE INFORMAÇÃO POR ESCRITO OU VERBAL.
    FOI UMA VERGONHA COMO NUNCA ACONTECEU. SÃO ERROS GRAVES DE MAIS PARA ESTAR NESTE LUGAR.
    A DEMISSÃO FICA-LHE MUITO BEM- RUA.
    MAIS A DESIGUALDADE DE PROFESSORES FOI TREMENDA E VERGONHOSA. PROFESSORES MUITO MAIS NOVOS PASSARAM PARA O QUADRO, ENQUANTO QUE OS MAIS VELHOS A DAR AULAS, ALGUNS JÁ COM CERCA DE
    20 ANOS, FICARAM DE FORA. ISTO NÃO É UM MINISTRO É UM DISTRUIDOR. A EDUCAÇÃO MERECE MUITO MELHOR, NÓS É QUE PAGAMOS E BEM ESTAS INCOMPETÊNCIAS.

Trackbacks

  1. […] 04/07/2012 Por António Fernando Nabais Deixe um Comentário O João Paulo, recentemente, chamou a atenção para o facto de que não é aceitável ou compreensível uma empresa da dimensão do Ministério da […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.