MEC – manifestação de preferências é a confusão total!

Eu sei que para os amigos e leitores do Aventar já começa a ser uma chatice estas coisas dos “Setores“.

Mas são umas em cima das outras e não é fácil deixar passar:

Esta semana é a vez dos candidatos a professor e dos contratados manifestarem as suas preferências, isto é, quem quer tentar um contrato numa escola pública tem que escolher esta semana as escolas. Até aqui nada de novo.

Acontece que o concurso começou em Abril e era balizado pela legislação existente na altura. Agora, no segundo momento do concurso, o MEC diz que a lei é outra, que entretanto publicou!

Isso mesmo: o concurso começa com umas regras que ao intervalo o MEC quer mudar! Espantoso! Depois admiram-se dos Professores andarem na rua!

Comments

  1. MAGRIÇO says:

    O problema com as escolas e com os professores é um problema nacional. Eles formam os homens de amanhã, e vendo como são alguns de hoje há que ser cada vez mais exigente para os formar melhor. Não é, pois, nada de negligenciar. Quem não gostar do que se denuncia sobre o assunto não vale sequer a pena considerar.

  2. ó Mártir dado não se olha a cor do dente doente says:

    a 80 mil nasciturnos por ano daqui a 10 temos menos de 300 mil na primária aos níveis actuais dá um profe para 6 alunos

    inclusive o reforço que irá para os emigrantes…
    A Alfredo da Silva tinha um professor para 4 alunos
    desde que passou a agrupamento o rácio é de 1 profe para 6,8

    em tempos com o mesmo nºde professores 1990-1991 era de 1 profe para 20 alunos
    2300 alunos para 107 profes
    obviamente era a geração rasca que foi tã mal educada

    já em 74 75 o nº médio de alunos por turma aqui no burgo era de 32…é claro que 10% faltavam devido a aderirem à greve permanente

Trackbacks


  1. […] semana mais de 50 mil almas têm uma aplicação informática para manifestarem as suas preferências. Tem acontecido de […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.