A ler

O “politicozinho” dizia-se liberal, porém o monstro não pára de engordar…

«O que é trágico, passado um ano, é que estejamos a sofrer o maior choque fiscal da nossa história moderna ao mesmo tempo que desperdiçamos uma oportunidade irrepetível de reformar o nosso Estado e a economia»

Comments


  1. Mas se o não fizerem mas fazendo a vontade a “relvas” – os ainda na idade produtiva (e reprodutiva) emigram para o NORTE (frança e alemanha) onde já há cada vez manos emprego, ou para o mais linge possível como Angola e mesmo Austrália e Emiratos porque para o BRASIL são, agora, poucos os eleitos e menos ainda os escolhidos e acho injusto emigrar para o brasil que em troca manda casas de alterne e acordos ortográficos
    Um dia não haverá analfabetos que entretanto vão morrendo mas ficarão os “eis-governantes” reformados iletrados e filhos de uma cabra bem cornuda alojados em lar de 3ªidade especial guardado por seguranças

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.