Da utilidade de António Borges

João Miranda para justificar o mentecapto já admite que o default vem aí. Dentro de 2 ou 3 anos, o sonho de arrasar com tudo antes ainda não lhe passou.

Comments

  1. Amadeu says:

    Qual ultra liberal, qual porra (para não dizer caralho).
    Este João Miranda deu em neo maoista.
    Seguindo o exemplo chinês, apregoa “a redução dos salários é necessária para capitalizar as empresas e libertar fundos para investimento”.
    Viva a República Popular de Portugal.
    Viva o grande timoneiro Borges.
    Que mil truques tipo TSU floresçam.


  2. Cada “novato” que aparece qual deles o melhor – quem e onde se descobrem tantos ???
    E quando os deputados mudam têm reforma por inteiro da mesma arrecadação de quem fez o mandato de 38 anos ?’ não sei sequer fazer a pergunta – passam pela AR para arranjar reforma total e indecente e voltar ao trabaho que tinham antes ou para a UE e de onde, de onde se paga tanta refprma mesmo que tenahm descontado para ela – Exemplo-Manel Alegre esteve não sei onde numa rádio 3 anos e reformou-se com 3 mil euros/mês e justificou–se que tinha descontado sempre (mesmo sem já lá estar – todos têm 7 foles como os gatos e acumulam quantos vencimentos totais e de onde recebem a “reforma” – do mesmo local onde está o nosso continuamente cortado ou congelado ordenado ?’Gostava de saber – outro bom exemplo – Ferra Rodrigues e Bagão foram ministros – reformados a 100% do ordenado +++ agora Ferro tam ordenado AR (quentos anos estará) e acumula reforma AR – de que “pote” saem ambos as reformas – é cono está Cabaco grosso modo ??

  3. Margarida Alegria says:

    Só iluminados mentecapto com “default” na caixa craniana!
    Como podem defender aquelas bacoradas do dito? E tantos que eles são! Viverão em redomas? 🙁


  4. Deixamos de ser apenas bananas para passarmos a sermos tótós !
    Então este Sr Dr. Borges vai para América trabalhar para um dos bancos, o Goldman and Sachs, um dos causadores desta crise mundial devido à ganância desmesurada, à usura descarada e ilimitada, à corrupção activa de políticos europeus para a concessão de créditos sem garantia de pagamento, para a manipulação de contas (aka fraude) dos OG dos estados (Grécia, Itália e Portugal são casos conhecidos) para permitir o sobre-endividamento e a ocultação da situação real da finanças, etc, etc.
    Esquecem-se todos que estes lacaios nunca o deixam de o ser mero lacaios (ricos como o cara..pau!) pois recebem indemnizações chorudas e assinam documentos que os ligam a esses bancos durante largos periodos.
    E não é a primeira vez que tipos destes depois assinam pela CIA, pela NSA, pelas agências de protecção económica do estado federal Americano…
    Quem serve este gajo que recebe 15000 euros por mês de reforma do Banco de Portugal, recebeu 150.000 euros por mês ao serviço do FMI ? Servir-se já ele se serviu de nós, chama-nos estupidos e ignorantes mas continua a chular o povo português.

    Uma coisa é certa ele não serve os interesses dos portugueses !

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.