E a culpa…

Abateu um viaduto novinho em folha (inaugurado há pouco mais de um mês!) que passava sobre a A13, junto a Almalaguês. O piso da mesma A13 abateu em alguns pontos. A “culpa”, diz a imprensa, é do mau tempo. Da chuva. É extraordinário como os media têm interiorizado este mecanismo de desculpabilização de responsáveis e camuflagem de problemas. Como lhes corre no sangue esta tibieza que os afasta do núcleo das mais claras questões, não vão incomodar alguém com poder de resposta.

E, no entanto, tudo isto é tão simples. Se abater uma encosta na serra, a causa é natural. Se abate um viaduto ou o piso de uma autoestrada, a culpa – mau grado a causa eficiente possa ser o mau tempo – é de má engenharia, má concepção e má execução. Se há apenas incompetência grosseira ou dolo – acompanhado das habituais habilidades – cabe a outras instâncias decidir. E pronto.

Comments

  1. Amadeu says:

    Como é diferente a culpa em Portugal.
    Por cá, se um viaduto cai, um ministro demite-se, é elogiado pela atitude nobre, passados uns anos é premiado com o CA da empresa que faz viadutos, a ganhar um balúrdio, donde só sai quando já não há guito para fazer mais viadutos.
    Como é diferente a culpa em Portugal.

  2. Augusto Pombo says:

    Por favor, localize-me esse viaduto que caiu. Obrigado


  3. Os eleitores usam menos a cabeca do que deviam e os enterteirtainers, de noticias ou casa dos segredos so lhes dao o povo gosta. Quando casa e pessoas foram levadas nas cheias da Madeira, nem jornalistas/blogs perguntaram quem assinou a autorizacao das obras. -provavelmente todos partiram da ideia que Deus, painatal.merkl ou o azar foram os responsaveis. Mas nao houve Engº, Vereadores, presidentes camara que assinaram e continuarao a fazer o mesmo porque os eleitores vao deixar. So peco que deixem de mentir e culpar a troika,os mercados ou a merkl =sejam serios.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.