A maré cidadã em Espanha

Ontem, o povo espanhol  protestou contra ‘o golpe de Estado financeiro’. Como estoutras imagens documentam, manifestou-se de forma pacífica e em número massivo, em defesa dos direitos de cidadania. Contra o desemprego, os ataques do governo ao Estado Social e uma política de austeridade, estritamente financeira com que a CE e os governos dos países atingidos torna insuportável a vida de milhões de cidadãos.

Na forma usual,  a resposta foi  o método de repressão que consistiu em utilizar a brutalidade policial que, infelizmente, se transformou em paradigma nos países mais fragilizados pelo crime da crise, cometidos pela banca, os anónimos mercados e investidores e a conivência de políticos.

Sancionados, portanto, pelo governo de Rajoy, os acontecimentos junto da estação de ‘Atocha’, de nefastas recordações, polícias espanhóis, uma vez mais, fardados, armados e capsulados por viseiras, escudos, pistolas e bastões, investiram ao estilo de animais selvagens. Puniram cobardemente quem contestou, sem ínfimo respeito pelos direitos de cidadania, os mais atingidos foram grupos de mais jovens. Infelizmente, aqueles que são as maiores vítimas da crise a quem um futuro de perspectivas vácuas reserva inteloráveis situações de pobreza ou mesmo de miséria que, na definição de Charles Chaplin, se transforma na mais dura forma de vida humana, porque se transforma em vício.

O jornal El País, em título, destaca que ‘os economistas comungam da ideia de que a austeridade é um suicídio’ .  Transcrevemos uma parte da notícia:

A controvérsia entre a austeridade e crescimento tomou novo vigor e o economista-chefe do FMI, Olivier Blanchard, admitiu em Janeiro último num relatório que sua instituição tinha subestimado o impacto negativo da austeridade. Mas, de acordo com o Comissário Rehn argumentado em carta sua, a credibilidade deste estudo é posta em causa por “seu tempo horizonte limitado e pela possibilidade de que há outros fatores que impactarão no crescimento em comparação com o previsto em 2010 e 2011”. “O FMI fez um relatório profissional liderado por um dos mais importantes especialistas mundiais em macroeconomia”. A refutação saída de Bruxelas, por outro lado, é a vergonha de um estudante do primeiro ano de pós-graduação. Não é que o relatório de Blanchard demonstre que a Comissão e o Senhor Comissário Rehn estão errados, é aquilo que essa evidência, empírica e teórica já fez.

Nada me move de especial contra o povo finlandês. De um país que conseguiu, após a 2.ª guerra, viver com um pé de cada lado da cortina, apesar desta ser de ferro, só a combinação de vodka e sauna conseguiram, de facto, manter os políticos com a postura de ‘aparentemente sóbrios’.

Oli Rhen, como Schäuble e o nosso Vítor Gaspar saboreiam e gorgolejam a mesma bebida que, na alienação das frias matrizes econométricas, esquecem as necessidades de quem precisa de viver, com cama, mesa e roupa lavada e o trabalho que, dia-a-dia, se evapora e é raro reencontrar. Mesmo à finlandesa, não há sauna que desintoxique os autores destes sofrimentos.

Comments


  1. Os Terroristas Financeiros que estão a atacar o Povo Português (entre outros) têm nome e morada! E no entanto o pessoal prefere andar à pancada uns com os outros! No mínimo curioso…

    A nível internacional:
    JP Morgan, Goldman Sachs, Bank of America, City Bank, French BNP, Royal Bank of Scotland, HSBC Holdings, French Credit Agricole e British Barclays

    Aqui os da Europa tinham em 2010 activos na importância de:
    French BNP $3 biliões (10¹²)=$3.000.000.000.000
    Royal Bank of Scotland $2.7 biliões=$2.700.000.000.000
    HSBC Holdings (UK) $2.4 biliões=$2.400.000.000.000
    French Credit Agricole $2.2 biliões=$2.200.000.000.000
    British Barclays $2.2 biliões=$2.200.000.000.000
    (fonte Global Finance)

    Só para RIR… PIB de Portugal em 2011
    3.000.000.000.000
    171.039.900.000

    5,70133% dos activos do French BNP… É de RIR ou não?

    Só o JP Morgan tem este aspecto!
    Juntem à festa os outros que referi… E talvez o filamento se ilumine, no que diz respeito ao que deve ser feito!

    A nível interno:
    Banco Espírito Santo
    Banco Comercial Português
    Banco Português de Investimento
    Banco Santander Totta

    Uma coisa é certa: SEM BANCOS DESTAS DIMENSÕES NÃO SOMOS CAPAZES DE VIVER 🙄

    Ou seremos?!?


  2. Mas já que estamos numa de escrever sobre Terroristas Financeiros e Golpistas de Estado…

    Tenho que juntar ao gangue o Governo Português… Como é lógico!

    Aliás esta preciosidade do O.E. 2013 até me faz perder a vontade de que me saia um prémio de valor superior a 5.000€ nos J.S.C.

    “Os prémios de valor superior a € 5.000,00, atribuídos a partir de 1 de Janeiro de 2013, estão sujeitos a imposto do selo, à taxa legal de 20%, nos termos da legislação em vigor.” (Ideia provavelmente deste Santo… do Cartão!)

    Pois entregar assim de mão beijada 20% de um prémio de sorte a esta Máfia… É dose… DE AZAR! 😆 😆


  3. Caros bloguers do blogue Aventar

    Visitei o blogómetro e fiquei com uma dúvida:
    Aquela imensa listagem de blogues tem a ver com que vos visitam, ou devem-se ao facto de os bloguers (ou bloguistas) que se inscrevem na lista, de forma a vocês organizarem um panorama de toda a blogosfera portuguesa?

    Geraldes Lino


  4. Caro Carlos Fonseca.
    Presumo, pelo facto de ter respondido à minha questão, que é um dos bloguistas (ou bloguers, ou blogueres, nunca blogueiros) responsáveis pelo blogue Aventar, embora algo afastado do corpo directivo do blogue,

    Mesmo que assim seja, espero que consulte “quem de direito” (a expressão é sua) e que em seguida possa dar uma resposta à questão que apresentei.
    Ou, mais prático ainda, que me informe o que hei-de fazer para que o meu blogue “Divulgando Banda Desenhada” (endereço: http://divulgandobd.blogspot.pt) seja inserido na listagem da Blogopédia.


    • Boas… Fiz a minha boa acção do dia e tomei a liberdade de adicionar o seu blogue à Blogopedia!

      Se quiser editar o texto descritivo é relativamente mais simples

      Clique aqui, depois em ‘Editar’ (localizado quase no topo da página e a fugir para a direita!
      Edite o texto que lá existe,
      Anteveja,
      Grave as alterações (no fim da página botão ‘Gravar página’

      Abraço 😉

Trackbacks


  1. […] Madrid, as imagens da repressão policial sobre os cidadãos que se manifestavam contra a austeridade e o de… chocam e intimidam os portugueses, nas vésperas daquela que será sem dúvida a maior […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.