A Merkl já se depila?

peluda3peluda2 peluda1

 «Haverá algo menos natural do que o Homem combater o que a natureza lhe deu?»
Uma opinião interessante do nosso leitor Konigvs, válida como todas as opiniões, e que merece discussão. Em minha opinião, sim. Felizmente que o Homem não se contenta com o que a natureza lhe deu. Quer dizer, estas nossas amigas parecem bem contentes com o que a natureza lhes deu. Eu cá é que não gostava de ser amigo delas…

Comments

  1. Konigvs says:

    Aquilo que é aceite como belo, foi mudando muito ao longo da história da humanidade, mas muito mais nos últimos anos, e muito daquilo que as pessoas pensam como sendo o seu pensamento, mas não é que que um condicionamento do que está à sua volta fomentado pelo merketing da moda.
    Eu ainda sou jovem, mas em poucos anos muita coisa mudou, primeiro nas mulheres, que estão sempre muito mais propensas a comer o que as modas lhes impinge mas depois, e foi muito rápido chegou à generalidade dos homens. O marketing atacou nos grandes ídolos da juventude, chamaram-lhe na altura “metrossexuasi” mas hoje em dia isso generalizou-se.
    O meu primeiro choque, foi há uns anos quando a empresa onde trabalhava começou a contratar muitos jovens para trabalhos temporários, e chega um puto de vinte anos com as sobrancelhas aparadas só com um risquinho. Depois vi um colega, que já tinha mais de trinta que apareceu com as mãos depiladas, e aos poucos e poucos, e eu que sou muito observador, comecei a ver que as coisas estavam a mudar.
    Um outro ex colega de trabalho entrou num dos big brothers dos segredos da tvi, e deu-me em ver um pouco daquele degredo, mas apesar de tudo foi interessante para eu perceber alguma coisa do que são hoje em dia os jovens de vinte anos. Quais eram as maiores preocupações deles? Os gaijos andavam de pinça na mão o dia todo a retirar pelos das sobrancelhas, arrancar pelos do peito e do resto do corpo.
    Eu tenho uma amiga de 32 anos que já me disse várias vezes “gaijo que tenha mais cremes que eu, e se preocupe mais com os pelos que eu é paneleiro!”.
    E com isto tudo eu deixo a pergunta: beleza/gosto pessoal, ou pressão social? Gostarão as pessoas verdadeiramente de algo, ou estão pré condicionadas pelos cânones da pressão do marketing que mete na cabeça das pessoas aquilo que elas pensam que estão a escolher, mas que na verdade é a sociedade que está a escolher por elas para não se sentirem rejeitadas perante os outros?

    É como as próteses mamárias por exemplo. Nas televisões, deverá ser tão difícil encontrar uma mulher com mamas naturais, como uma agulha num palheiro.
    A pressão da indústria da moda para a suposta beleza é tanta que já conseguiu sozinha criar novas doenças como a anorexia, e porque as pessoas querem ser como os aparentes modelos que lhes são impingidos de mulheres que mais parecem um monte de ossos.
    Já o escrevi noutros sítios, que quando todas as mulheres de todo o mundo tiverem próteses mamárias, de imediato a indústria da moda lhes irá dizer que afinal o que é bonito é um peito natural. É ridículo ver pais a pagarem umas mamas às filhas de 16, 17 anos, como quem dava no meu tempo uma bicicleta se passássemos de ano na escola.
    Eu ainda me lembro como eram as mamas da minha primeira namorada aos 17 anos, e sei bem como ficaram bem maiores depois dos vinte. Não sei, na volta sou só eu que acho absurdo e ridículo ver todas as mulheres com aquelas bolas de andebol, ou ouvir a Maya dizer que tem as mamas da Rita Pereira. A beleza é diversidade, não é ver todas as mulheres com o cabelo pintado de loiro, com o mesmo tipo de nariz, com os mesmo lábios inchados, com as mesmas bochechas e com a cara que mais parece que foram picadas por um enxame de abelhas.
    Felizmente ainda existem mulheres lindas como a Simone de Oliveira que tem orgulho das suas rugas.

    Isto é tema que dava pano para mangas, e eu estou sem tempo para escrever um texto com pés e cabeça e só estou a debitar opiniões soltas.

    É verdade que hoje em dia na sociedade atual achamos estranho uma mulher que não depile os sovacos, mas como já disse isso foi-nos plantado na cabeça para pensarmos assim.

    Mas esperem porque os homens não perdem pela demora, porque daqui por muito pouco tempo, as mulheres pensarão exatamente o mesmo dos homens, nenhuma mulher quererá ser amiga de um homem que tenha pelos, seja nas sovacos, nas pernas, nos braços, etc…. ainda há uns dias, uma amiga, , claro de 21 anos, me dizia que o homem também se quer rapado nos genitais, porque dá muito mais jeito para certas oralidades. As pessoas já estão a arranjar problemas que não existiam para justificar um “gosto” plantado nas suas cabecinhas.
    Mas esperem e verão!


  2. dassssssssss, cão!


  3. A menina do biquini é realmente um exagero, coitada.

    Os homens que não se depilam (sim, que, como já se disse, vai sendo moda; não incluo neste “depilam” a barba e o bigode), mas, como dizia, os que não o fazem, não sabem a trabalheira que nós temos (e, muitas vezes, os sofrimentos por que passamos) para ficarmos apresentáveis. Cheguei a cancelar idas à praia, por não ter tempo de me depilar! Dependendo da quantidade de pelos, claro. Conheço muitas, sortudas, que quase não precisam de se depilar. Que inveja!!!


  4. Bem, depende do âmbito geográfico. Se fores à Tailândia, China ou Vietname, verificarás que para qualquer homem, o cúmulo da sorte será ter nascido com a possibilidade de ter alguns pelos nas pernas e melhor ainda, alguma barba e bigode, mesmo que ralos.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.