Greve aos exames

A blogosfera docente é das mais poderosas no contexto mais amplo das redes sociais no nosso país e isso pode ser facilmente comprovado no blogómetro, onde, uns dias atrás dos outros, temos blogues educativos nos primeiros lugares. Não surpreende, por isso, que o foco da discussão da classe não se reduza à que resulta da actividade sindical – a FENPROF vai colocar em cima da mesa, na próxima semana, a possibilidade ou não de fazer uma greve aos exames.

Mas, porque hoje os tempos não são os de ontem, o debate está já a decorrer.

E vale a pena entrar nele.

Nos últimos dias temos procurado escrever sobre a educação no nosso país:

Agrupamentos;

Burocracia;

Currículo;

Com estas e com outras reflexões, tu, que és Professor, vais fazer GREVE aos EXAMES se fores convocado, quer para a GREVE, quer para vigilâncias?

Comments

  1. elisabete says:

    a greve aos exames deu, há uns anos, a requisição de professores que muitos entenderam ser , de TODOS os profes e não, de requisição de serviços mínimos;
    no entanto, há mais atrás, em 91, houve greve às avaliações. Teve grande impacto pois bastava um professor faltar e tinha a reunião de ser adiada. Teve tanto impacto q a candidatura ao 8º escalão, na altura, foi-se. N sei se neste caso n teria mais impacto até pq serviços mínimos aqui n se aplicaria, seria requisição geral. Mas disto tu saberás melhor explicar-nos, joão Paulo, do que eu.
    Elisabete Ribeiro da Silva

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.