Relvas vai estudar sem vírgula

vai_estudarBento XVI resignou e afastou-se de São Pedro. Relvas, resignado, resolveu afastar-se de São Bento. É compreensível: seria demasiado doloroso contemplar Passos perdido nos Passos Perdidos. Ainda por cima, como se não bastasse a dor de já não lhe chamarem ministro, não lhe sobra sequer a consolação de ser tratado por doutor, com as equivalências pela hora da morte.

As diferenças entre Ratzinger e Relvas não ficam por aqui: o primeiro transformou-se em Papa Emérito; Relvas passou a ser ministro demérito.

Será, talvez, uma boa ocasião para Relvas seguir o conselho de um célebre cartaz a que, durante algum tempo faltou uma vírgula para que fosse um conselho. Agora, com um único ponto final e com o verbo “estudar” ou outro qualquer, é importante que Relvas vá e não volte. Chega de conselhos.

Comments


  1. Então ontem perdemos o título de “bom aluno”, atribuído à Grécia pela troika, e ninguém protesta? se tivesse caído um “p” ou um “c” era tudo: ai mãe, ai mãe, lá vêm os brasileiros, agora nesta vergonha de nos roubarem um título tão duramente conquistado fica tudo impávido. boa semana

  2. Maquiavel says:

    Quanto ao Relvas e ao B16, pois, estamos conversados e conservados.

    Muito bem. Estava a ver que só eu tinha reparado.
    Parece que hoje em dia a vírgula se tornou no pisca-pisca da Língua Portuguesa: “ai e tal é opcional” quando obviamente näo o é.
    “Vai estudar Relvas” é muito diferente de “Vai estudar, Relvas”, (assim como “Bom dia Paulo” e “Bom dia, Paulo”) mas para o povinho cada vez mais abrutalhado é tudo o mesmo “a gente percebe a frase pelo sentido”.
    E ai de quem o fazer notar que, com o anti-intelectualismo militante que grassa pelo Mundo (näo, näo é só no rectângulo), é logo apodado de “pedante”.
    Px tá claro, pá, fodasse!

    “- Näo é ‘fodasse’ que se escreve, que isso lê-se [fudásse] e näo [fôda-se]”
    “- Mau, mau… tás cum caseiro nos cornos caté vais de lado!”

    PS: Já agora, “Bento XVI resignou ao cargo e afastou-se de São Pedro”
    em português näo-abastardado “resignar” é transitivo…
    Pois… 😀


  3. O Relvas e o corrupto e depravado Socartes parecem em tudo muito semelhantes , até nos
    cursos , nas corrupções e nos sexos .

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.